MENU

Favorito, Alonso diz que briga pelo título da F-1 ainda está equilibrada

Favorito, Alonso diz que briga pelo título da F-1 ainda está equilibrada

Atualizado: Segunda-feira, 8 Novembro de 2010 as 8:56

O resultado em Interlagos não foi o esperado, mas não dá para dizer que ele deixa um gosto amargo na boca de Fernando Alonso. Terceiro colocado no GP do Brasil, atrás de Sebastian Vettel e Mark Webber, o espanhol da Ferrari não quer assumir o favoritismo, mas sabe de sua boa situação no campeonato, que precisa apenas de um segundo lugar na última corrida da temporada, em Abu Dhabi. Ele diz, entretanto, que tudo começará do zero no próximo fim de semana.

- Com uma vitória de Webber em Abu Dhabi, preciso só de um segundo lugar. Se Vettel vencer, preciso de um quinto. Agora é ver o que acontece. Vimos nesta corrida como as coisas podem mudar facilmente. Se você tomar a decisão errada no momento errado, pode ser oitavo ou nono. Aí, as chances de título estarão acabadas. Será um fim de semana estressante para todos nós, mas a Fórmula 1 é assim. Tudo pode acontecer. Começaremos do zero e veremos quem consegue fazer o melhor trabalho em sete dias - diz Alonso.

Alonso acha que poderia ter acompanhado o ritmo das RBRs no Brasil se não perdesse tempo com as ultrapassagens sobre Lewis Hamilton e Nico Hulkenberg nas primeiras voltas da corrida.

- Perdemos muito tempo nas primeiras voltas. Aqueles dez ou 12 segundos se tornaram impossíveis de serem alcançados. Éramos até um ou dois décimos mais rápidos em algumas voltas, mas quando você perde 12 segundos, tudo está acabado. Tivemos a chance com o safety car, mas os vários retardatários entre eu e os carros da RBR atrapalharam demais. Mas foi uma boa corrida para nós. Em termos de pontos, estamos extremamente felizes.

Por: Carlos Augusto Ferrari, João Gabriel Rodrigues e Rafael Lopes

veja também