MENU

Federer joga cinco sets, quebra tabu incomum e avança para a terceira fase

Federer joga cinco sets, quebra tabu incomum e avança para a terceira fase

Atualizado: Quarta-feira, 19 Janeiro de 2011 as 3:01

Gilles Simon entrou em quadra nesta quarta-feira ostentando uma façanha para poucos. Entre os tenistas em atividade, o francês era o único invicto e com retrospecto positivo diante de Roger Federer. Demorou, mas 3h13m depois, o tabu estava quebrado. Em um duríssimo jogo de cinco sets, o número 2 do mundo se impôs, enfim derrotou Simon por 6/2, 6/3, 4/6, 4/6 e 6/3, e avançou à terceira fase do Australian Open.

Até esta quarta-feira, suíço e francês haviam se enfrentado duas vezes, ambas em 2008, justamente no melhor período da carreira de Simon - coincidentemente, a mesma época em que Federer perdeu a liderança do ranking depois de mais de quatro anos no topo.

Jogando de forma consistente e aguardando falhas de Federer, Simon venceu partidas de três sets no Masters de Toronto e na Masters Cup, em Xangai. O duelo em Melbourne, porém, foi bem diferente. O francês jogou seu tênis de sempre, baseado na regularidade, mas o resultado desta quarta foi outro. O suíço sufocou no começo e foi regular no inesperado fim.

Em 35 minutos, o primeiro set já estava decidido. Mais 33, e o placar já mostrava 2 sets a 0. Federer, entretanto, não manteve o ritmo e passou a errar mais. Ao mesmo tempo, Simon adotou uma postura mais agressiva e começou a jogar mais à vontade. O francês conseguiu duas quebras no começo do terceiro set, abriu 3/0 e manteve a vantagem até o fim.

O tom do jogo não mudou no quarto set. Federer agredia menos, e Simon usava sua paciência para esperar erros ou contra-atacar com eficiência. As falhas do suíço vieram no nono game, e o francês conseguiu a quebra com uma devolução perfeita. O número 2 do mundo ainda teve um break point em seguida, mas Simon salvou e fechou o game, forçando o quinto set.

A parcial decisiva começou dura, sem break points, mas a igualdade durou apenas até o sexto game. Simon cometeu dois erros seguidos, cedeu uma chance de quebra, e Federer não vacilou. Com uma passada, fechou o game, abriu 4/2 e não olhou mais para trás. Simon ainda salvou quatro match points, mas o atual campeão do Australian Open selou com um ace.

O suíço avança e vai enfrentar na próxima fase o belga Xavier Malisse, 45 do mundo, que derrotou, também nesta quarta, o espanhol Albert Montañés por 6/4, 6/0 e 6/1.

Murray e Nadal também levam vantagem

Mesmo com o revés em Melbourne, Gilles Simon segue em vantagem nos confrontos diretos com Federer. Apenas outros dois tenistas em atividade podem dizer o mesmo. Um deles é o britânico Andy Murray, que triunfou em oito dos 14 jogos contra o suíço. O outro é o atual número 1 do mundo, Rafael Nadal. O espanhol enfrentou Federer 22 vezes e venceu 14.  

veja também