MENU

Federer sua, mas supera Robredo e iguala marca histórica em Melbourne

Federer sua, mas supera Robredo e iguala marca histórica em Melbourne

Atualizado: Domingo, 23 Janeiro de 2011 as 11:18

Quando Roger Federer começa uma partida com três aces seguidos, o adversário sabe que terá uma jornada dura pela frente. O que ninguém esperava era um Tommy Robredo oferecendo grande resistência, mas foi isto que aconteceu neste domingo, nas oitavas de final do Australian Open. O suíço suou e, em quatro sets e 2h25m, fez 6/3, 3/6, 6/3 e 6/2. Roger Federer executa sem belo forehand em movimento, quase flutuando.

om o triunfo, o atual campeão do torneio e número 2 do mundo alcança as quartas de final de um Grand Slam pela 27ª vez consecutiva. O feito iguala o recorde pertencente ao americano Jimmy Connors. A última vez que Federer não alcançou as quartas em um torneio deste porte foi em Roland Garros/2004, eliminado por Gustavo Kuerten na terceira rodada.

O próximo obstáculo no caminho do suíço, que busca seu quinto título em Melbourne, será o vencedor do jogo entre o americano Andy Roddick e o também suíço Stanislas Wawrinka. Os dois fazem o último jogo deste domingo na Rod Laver Arena.

Plantado bem atrás da linha de base, Robredo conseguiu equilibrar o jogo no primeiro set, confirmando seu serviço até o sexto game. Enquanto isso, Federer sacava como nunca e não perdia pontos. A diferença foi feita no oitavo game. Robredo abriu 40/15, mas deixou o suíço de recuperar e quebrar. Em seguida, sem ceder um ponto com seu saque em toda a parcial, o número 2 do mundo fechou a parcial.

O segundo set foi tão parelho quanto o primeiro, mas o suíço já não vencia seus games de saque com tanta folga. Além disso, Robredo jogou de forma mais consistente. O oitavo game novamente foi decisivo. Federer cometeu uma série de erros e, com uma direita descalibrada que quicou muito longe da quadra, cedeu a quebra. Robredo, que só cometeu um erro não forçado em toda a parcial (contra 14 do oponente), fechou o set na sequência.

Incomodado com a tática do adversário, o número 2 do mundo mudou sua postura em quadra logo no começo do terceiro set. Usou curtinhas e subidas à rede, e o resultado veio rápido, com uma quebra no segundo game. Foi o suficiente. Federer manteve a vantagem até o nono game, quando selou a parcial em 6/3.

O esforço de Robredo para equilibrar o jogo teve seu preço. No começo do quarto set, o espanhol já não tinha a precisão de antes nem corria atrás de todas as bolas. Sem intensidade, não foi páreo para o suíço, que continuava inteiro. Com um erro do espanhol, o número 2 do mundo converteu um break point no primeiro game e não olhou para trás.  

veja também