MENU

Felipão defende elenco e nega falta de motivação em Curitiba

Felipão defende elenco e nega falta de motivação em Curitiba

Atualizado: Sexta-feira, 6 Maio de 2011 as 2:21

Não há como escapar: uma derrota por 6 a 0 deixa feridas em qualquer elenco do futebol brasileiro. Ao Palmeiras, resta neste momento a obrigação de desmentir as possibilidades levantadas de que o grupo não teria se esforçado como deveria diante do Coritiba, pela Copa do Brasil. O técnico Luiz Felipe Scolari sai em defesa dos atletas.

O pentacampeão usa como base de comparação a partida do final de semana passado contra o Corinthians. Na ocasião, o Palmeiras encantou a torcida ao dominar o adversário por praticamente 90 minutos, mesmo com um a menos em campo. A eliminação do Estadual veio apenas nos pênaltis, após empate no tempo normal.

"A nossa postura contra o Coritiba foi idêntica a postura do clássico contra o Corinthians, todos estavam motivados, falando normalmente para ter um bom resultado, não teve nada de diferente. O diferencial foi mesmo o Coritiba", elogia o comandante.

Experiente, Luiz Felipe Scolari tenta evitar um processo de fritura junto aos atletas mais criticados pela torcida. Ele espera que a diretoria tenha serenidade nas próximas decisões referentes ao futuro da temporada 2011. "Esses são os dias em que não adianta fazer um inferno astral, mas devemos saber que o Coritiba foi bem melhor", insiste.

Nos próximos dias, Felipão irá carregar a missão de resgatar o ânimo dos jogadores para o confronto de volta contra o Coritiba, pelo menos para o time obter uma despedida com honra na Copa do Brasil. Para assegurar a vaga na semifinal da Copa do Brasil em 90 minutos, a equipe paulista precisa vencer um adversário invicto no ano por sete gols de diferença.

"Agora vou conversar normalmente com os jogadores, discutir o resultado e o que apresentamos em campo. Quero mostrar que o Coritiba fez um jogo excelente, mas também não jogamos nada", compara o treinador.

veja também