MENU

Felipão é repreendido por árbitro de novo e diz pagar a conta do Verdão

Felipão é repreendido por árbitro de novo e diz pagar a conta do Verdão

Atualizado: Segunda-feira, 23 Agosto de 2010 as 9:25

Foi uma expulsão de campo e repreensão por parte da arbitragem em dois jogos. Desde que voltou ao Palmeiras, Luiz Felipe Scolari não teve sossego no banco. Foi expulso na sua primeira vitória à frente do time neste campeonato, nos 2 a 0 sobre o Atlético-PR, além de ter recebido “bronca” dos juízes em outras duas partidas.

Para o treinador do Verdão, ele está pagando pelo fato de a diretoria do clube ter votado contra o candidato da CBF (Kleber Leite), e a favor de Fábio koff, voto do presidente Luiz Gonzaga Belluzzo, na eleição do Clube dos 13.

- Não quero pagar a conta de quem votou no Fabio Koff, de algumas coisas que acontecem na federação. Não sou eu que tenho que pagar essa conta. Se quiserem, prejudiquem o Palmeiras, não a mim. O que eu compro, eu pago. Se o Palmeiras tem alguma conta a dever, se votou em quem não era pra votar, se alguém não foi inscrito na FIFA porque a Federação não colocou, não sou eu quem tem que pagar – afirmou.

No Brinco de Ouro, neste domingo, Felipão discutiu com Sálvio Spinola e foi cobrado no banco de reservas. Nesta quarta, ele será julgado pela expulsão contra o Furacão e pode pegar até 12 jogos de gancho, pois o árbitro do confronto, Wilton Pereira Sampaio, relatou na súmula que o treinador teria dito: “Você só marca contra a gente, p...”, seguido de “você é um safado!”.

- É difícil de entender que o árbitro diga que ouviu uma palavra minha a 25 metros de distância e nenhum microfone captou. É melhor que se fale de uma vez por todas: eu pago as minhas contas. Cobrem o que eu compro, não o que eu estou devendo de outras situações que existem por aí - acrescentou.

Para Felipão, sua fama e popularidade acabam sendo um atrativo para que os árbitros peguem no seu pé.

– É bonito, é fantástico isso. Quem estava reclamando em um jogo era o (auxiliar) Murtosa. O quarto árbtrio estava do lado e viu. Quando o juiz veio e pôs o dedo na minha cara e reclamou, o quarto árbitro o avisou. E ele disse: “Mas você é o chefe da equipe”. Portanto, eu tenho que pagar todas as contas. É difícil entender, mas espero que eles façam o trabalho deles e deixem eu fazer o meu – concluiu

veja também