MENU

Felipão minimiza problemas com Kleber, mas reforça cobrança

Felipão minimiza problemas com Kleber, mas reforça cobrança

Atualizado: Sexta-feira, 11 Março de 2011 as 4:11

Um dia após Kleber reclamar publicamente de Luiz Felipe Scolari no Twitter, o treinador falou sobre o impasse com o jogador. Felipão preferiu não dar mais bronca, mas explicou o motivo de não ter gostado de ver o atacante, que está em tratamento, curtindo o desfile das escolas de samba de São Paulo no Sambódromo, durante o carnaval. O comandante havia criticado o jogador publicamente após a partida contra o Noroeste, na última quarta-feira.

- Qualquer pessoa é livre para expressar qualquer tipo de opinião. Apenas temos hierarquias normais para cumprir com ordens que são emanadas. Cada um segue seu trabalho normalmente. O que foi dito na oportunidade e é reiterado é que por alguma razão o Kleber se sentiu incomodado por ser cobrado por alguém que gostaria de vê-lo jogando e em melhores condições físicas. E ele não se apresentou ao jogo seguinte da semana de carnaval porque estava lesionado. Se alguém não está em condições tem que ter um cuidado maior, é assim em qualquer clube, e cobro meus atletas. Se isso é avançar sinal, não vejo assim. Se esse jogador nunca foi elogiado pelo Palmeiras, algo está errado aqui. Ou vocês não escrevem... Ele sempre foi e é tão valorizado que nunca foi capitão em lugar nenhum, só aqui no Palmeiras, com o Luiz Felipe Scolari - justificou o treinador.     Felipão acrescentou que deseja a volta do Gladiador o mais rápido possível. E disse que não vai levar em conta o que o atleta falou no microblog. Kleber se recupera de um problema na coxa direita. E não estará à disposição para o duelo deste sábado, contra o São Bernardo, no Canindé.

- Para não me alongar, trato Kleber, Pedro, Paulo, Miguel e Pardalzinho, da mesma forma, com carinho, quase que da mesma forma que trato meus filhos. O que ele disse para mim não vale, não tem valor, porque não é a realidade. Ele vai continuar fazendo seu trabalho com dedicação. Agora é moda, tudo é moda... Queria que ele estivesse pronto para jogar amanhã porque ganho 30% a mais, mas para jogar tem de ter as condições mínimas.

O treinador reforçou a questão de Kleber e outros jogadores gostarem de curtir o carnaval. E explicou que de alguma forma isso prejudica o andamento da equipe do Palmeiras, que pode perder jogadores mais experientes em momentos importantes.

- Também não sou contra carnaval, gosto de assistir. Mas só sou contra esse tipo de situação porque perco jogadores e não posso perder ninguém, tenho um grupo pequeno, com jovens, e onde os mais velhos são importantes. Não é tão ruim o meu time, tem 25 pontos. Quem tem mais? Estou junto com os grandes, os melhores. Tem de valorizar a meninada. Mas para eles jogarem preciso dos mais velhos, experientes, rodados que são Assunção, Valdivia, Kleber, Danilo, para encorpar com a gurizada.     

veja também