MENU

Felipe contra o São Paulo: nenhum gol de Rogério Ceni e só uma derrota

Felipe contra o São Paulo: nenhum gol de Rogério Ceni e só uma derrota

Atualizado: Quinta-feira, 29 Setembro de 2011 as 9:45

Felipe ainda não foi vítima de Rogério Ceni

(Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo)

  Os números de Rogério Ceni impressionam, impõem respeito. Ao longo de 21 anos de São Paulo, foram 1.004 jogos disputados e 103 gols feitos. O maior goleiro-artilheiro da história do futebol, no entanto, não pode dizer que marcou em Felipe. Pelo Flamengo, será a segunda vez que ele encontra o são-paulino. Por Bragantino e Corinthians, foram 11 confrontos. Neste domingo, eles se enfrentam mais uma vez, agora pela 27ª rodada do Brasileirão, no Morumbi.

- Rogério é um dos melhores. Disputei vários jogos contra ele e não tomei gol ainda. Se acontecer, que pelo menos a nossa equipe saia com a vitória. Se ele marcar e a gente vencer, não tem problema. Fez mais de 100 gols, tem todos os méritos. Vou fazer de tudo para não tomar gol do São Paulo – disse o camisa 1 rubro-negro.

Além de nunca ter perdido um duelo com Ceni, Felipe tem um retrospecto muito positivo contra o São Paulo. Ao todo, 12 jogos: seis vitórias, cinco empates e só uma derrota. Foram 12 gols sofridos.

Pelo Bragantino, Felipe enfrentou o Tricolor Paulista duas vezes: um empate e uma derrota (quatro gols sofridos). As outras dez partidas foram com a camisa do Corinthians: nove jogos (5v/4e) e oito bolas na rede.

- Quando cheguei no Corinthians, em 2007, o time estava há quase quatro anos sem ganhar do São Paulo. Naquele ano, fomos rebaixados, mas vencemos com gol do Betão. Em quase quatro anos que fiquei lá, não perdi para o São Paulo. É uma lembrança boa, sabemos que é uma equipe diferente, momento diferente, mas espero ter a mesma sorte.

Rogério Ceni no treino do Sao Paulo: 103 gols na carreira (Foto: Marcos Ribolli/Globoesporte.com)

  No primeiro turno, o Rubro-Negro recebeu o São Paulo no Engenhão. A partida marcou a estreia do volante Airton, e Bottinelli fez o único gol.

Contra o Fabuloso, uma lembrança positiva e recente

O Fabuloso durante jogo-treino no CT do São Paulo

(Foto: Marcos Ribolli/GLOBOESPORTE.COM)

  Felipe também conhece bem outro destaque são-paulino. Após seis meses de espera, Luis Fabiano está pronto para a reestreia com a camisa tricolor. Na tarde desta quarta-feira, ele foi o responsável pelo gol de empate por 1 a 1 com o Audax-SP, em jogo-treino realizado no CT da Barra Funda. Em agosto do ano passado, o goleiro e o atacante se enfrentaram na fase preliminar da Liga dos Campeões da Europa.

- É craque. Joguei duas vezes contra ele na minha passagem pela Europa. Eu estava no Braga-POR e ele no Sevilla. Tiramos o Sevilla e peguei a camisa dele. Tomei um gol dele no jogo da Espanha, mas vencemos por 4 a 3. O estádio vai estar cheio, com mais de 50 mil pessoas, mas o Flamengo tem de estar preparado para a pressão. Temos condições de fazer uma boa partida.

Números de Felipe contra o São Paulo:

Pelo Bragantino: 2 jogos (1e/1d), 4 gols sofridos

3x3/Paulista 2006

0x1/Paulista 2007 (única derrota)

Pelo Corinthians: 9 jogos (5v/4e), com 8 gols sofridos

1x1/Brasileiro 2007

1x0/Brasileiro 2007

0x0/Paulista 2008

1x1/Paulista 2009

2x1/Paulista 2009

2x0/Paulista 2009

3x1/Brasileiro 2009

1x1/Brasileiro 2009

4x3/Paulista 2010

Pelo Flamengo: 1 jogo (1v)

1x0/Brasileiro 2011            

veja também