MENU

Feliz, Adilson Batista projeta 'grande desafio' em sua chegada

Feliz, Adilson Batista projeta 'grande desafio' em sua chegada

Atualizado: Segunda-feira, 18 Julho de 2011 as 9:31

Milton Cruz e Adilson Batista no hotel do São Paulo

(Foto: Zé Gonzalez / Globoesporte.com)

  O técnico Adilson Batista vai ser apresentado nesta segunda-feira à tarde como sucessor de Paulo César Carpegiani no São Paulo. Contratado no sábado, o treinador aproveitou o domingo para ter o primeiro contato com jogadores e dirigentes do Tricolor. Com poucas palavras, o ex-comandante do Atlético-PR e Santos deu o pontapé inicial na sua trajetória no time paulista em sua chegada no hotel em Porto Alegre, projetando um "desafio".

- Estou muito feliz. Mais um grande desafio na minha carreira, vamos lá - resumiu o treinador, por volta de 14h30m, momento em que ele deu um abraço em Milton Cruz, técnico interino do São Paulo nos dois últimos jogos, e seu auxiliar técnico a partir de agora.

Adilson foi apresentado aos jogadores durante o lanche da tarde, antes da partida contra o Internacional. Cumprimentou um por um, após ser apresentado por Milton Cruz, e conversou na sequência com o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes, e com o diretor Adalberto Baptista, que chegou ao local por volta de 16h10m, após atraso em seu voo, já que estava fora do país.

A diretoria está ciente de que o nome do técnico não teve uma grande aceitação inicial entre os torcedores, especialmente por causa das frustrações recentes no Corinthians, Santos e Atlético-PR, clubes pelos quais o treinador passou de forma rápida no último ano.

- Entendemos que ele fez um grande trabalho no Cruzeiro e também no Figueirense, um pouco antes. No Corinthians, sabemos que houve alguns problemas internos lá, enquanto no Santos foi estranha a maneira como ele foi demitido, após 11 partidas e apenas uma derrota. No Atlético-PR, não podemos fazer uma análise, porque o time segue mal no Brasileiro, mesmo com um novo treinador (Renato Gaúcho), e já trocou de comando várias vezes este ano - explicou Adalberto Baptista.

Mesmo com todo o respaldo, a diretoria acertou com o treinador apenas até o fim deste ano, contrato mais curto que fez com um técnico nos últimos anos - com Carpegiani, Ricardo Gomes e Muricy Ramalho o contrato inicial foi de uma temporada.

Adilson Batista foi para o Beira-Rio no ônibus da delegação e foi orientado a não conceder entrevistas pelos dirigentes do clube. No estádio, acompanhou a goleada são-paulina (por 3 a 0 diante do Colorado) de uma das cabines, ao lado de membros da diretoria.

Antes de o jogo terminar, deixou o estádio, pois precisava voltar para Curitiba, onde passou a noite. Ele desembarca em São Paulo nesta segunda-feira, onde será apresentado às 16h, no CT do Tricolor.

Com eliminação do Brasil na Copa América, Lucas

volta ao São Paulo (Foto: agência AFP)

  Seu trabalho dentro do campo vai começar na terça, na representação do elenco. Além do clima tranquilo após a boa vitória fora de casa, o treinador ganhou também a volta do atacante Lucas, que foi eliminado com a Seleção Brasileira na Copa América neste domingo, diante do Paraguai, nos pênaltis.

- Ganhei um presente de última hora (o retorno de Lucas). Achei que o time se comportou muito bem e fez uma grande partida contra o Internacional. Estou muito feliz, cheguei em um grande clube e espero ter sucesso aqui - completou o treinador, em sua saída do estádio, cercado por seguranças.            

veja também