MENU

Feliz com Lucas, Carpegiani pede mais 'picardia' à joia são-paulina

Feliz com Lucas, Carpegiani pede mais 'picardia' à joia são-paulina

Atualizado: Segunda-feira, 4 Abril de 2011 as 9:48

Destaque do São Paulo na vitória por 1 a 0 sobre o Mirassol, no último domingo, pelo Paulistão, Lucas jogou solto. Não à toa fez um golaço em uma arrancada, deixando dois marcadores e o goleiro para trás. Só que contra o Santa Cruz, na última quarta-feira, não foi assim. O meia são-paulino sofreu com a marcação individual de Éverton Sena. Para evitar que isso se repita, o técnico Paulo César Carpegiani tem pedido mais “picardia”, mais “malandragem” ao seu jogador.

- (Evitar essa marcação individual) não depende de nós, depende dos adversários. Mas o Lucas é um menino novo, tenho conversado bastante com ele. Quem tem de se ajudar é ele próprio, ele é que tem de ter a picardia, a malandragem e aprender os macetes. Essa marcação individual vai ser uma coisa corriqueira – declarou o técnico tricolor, em um tom bastante paternal.

Ciente do que pode ter pela frente, Lucas tem pensado em algumas estratégias. E uma deles é ir para cima dos adversários que já tenham sido advertidos.     - A estratégia é se movimentar pelo campo inteiro e dar opções para os outros jogadores do meio de campo. E quando um jogador adversário está com o amarelo, a solução pode ser também ir para cima, na arrancada – contou o camisa 7.     Se Lucas vai conseguir ou não escapar da marcação dos adversários, por enquanto não importa. O fato é que Carpegiani está bastante satisfeito com o rendimento do garoto. Especialmente por conta de sua arrancada e velocidade.

- O Lucas é um menino que está tendo a sua oportunidade. É bom para o São Paulo tê-lo na equipe. É um jogador que tem iniciativa, tem o arranque... Que isso não seja barrado novamente, como no jogo com o Santa Cruz, daquela maneira antidesportiva – falou Carpegiani, referindo-se às faltas no meia.

O São Paulo precisa mesmo que a história seja diferente na próxima quarta-feira, contra o Santa Cruz. A derrota por 1 a 0 no Recife força o Tricolor paulista a vencer por dois gols de diferença para avançar às oitavas de final.      

veja também