MENU

Fernandão elogia calma da diretoria tricolor na hora de contratar reforços

Fernandão elogia calma da diretoria tricolor na hora de contratar reforços

Atualizado: Quarta-feira, 12 Janeiro de 2011 as 12:37

Na tradição de caras novas a cada início de temporada, o São Paulo se mostrou tímido, ao contrário dos anos anteriores, e apresentou apenas Juan como reforço para 2011. O atacante Fernandão, no entanto, elogiou o trabalho da diretoria. Segundo o jogador, os dirigentes acertaram ao não entrar no ritmo de especulações que toma conta dos noticiários nesta época.

- A diretoria sempre atua com tranquilidade em relação às contratações, não divulgando antes de elas serem finalizadas. É preciso pensar bastante para que o trabalho seja bem feito, da maneira que a diretoria pensa. Acima de tudo, precisamos ter um elenco forte, mesmo não jogando a Libertadores. A diretoria está certa, não pode entrar muito no vai e vem do mercado . Se não, acaba contratando jogadores sem necessidade. Tem de ver os pontos que são necessários. Para não trazer jogador só para jogar, mas para reforçar equipe mentalmente – disse o atacante.

Fernandão elogiou a contratação de Ronaldinho Gaúcho pelo Flamengo. Para ele, a chegada do jogador demonstra a força do futebol nacional.

- O Ronaldo é o tipo de jogador que cabe em qualquer equipe do mundo. É legal ver grandes jogadores voltando. Mostra que o mercado brasileiro está bom, e eles elevam o nível dos campeonatos. Ronaldo, Ronaldinho, Roberto Carlos... esses jogadores fazem com que os campeonatos, não só o nacional, mas o regional também, cresçam. Mesmo alguns estando em idade mais avançada, eles têm muito a acrescentar ao futebol brasileiro. Ainda mais o Ronaldinho, que é novo – disse.

Apesar dos reforços nos rivais, Fernandão acredita que o São Paulo não sairá atrás na temporada, já que manteve a base, apesar da perda de alguns nomes, como Ricardo Oliveira.

- É complicado de dizer em relação aos outros. Perdemos jogadores importantes. Mas, como eu disse agora há pouco, temos de contratar jogadores que realmente precisamos. Em relação aos outros, todo começo de ano, mesmo que mantenha a base, é uma incógnita falar. Claro, se manter a base, sai em vantagem. Mas o São Paulo também manteve.

Com a saída de Ricardo Oliveira do grupo tricolor, Fernandão deve passar a jogar mais adiantado, como referência no ataque. Para ele, cabe à diretoria analisar a chegada de um outro atacante para esta função, mas disse estar pronto para atuar como o técnico Carpegiani preferir.

- Acho que é importante sempre reforçar o grupo, precisando ou não de uma referência. Mas já fiz essa função várias vezes. Joguei muito tempo dentro da área, podendo aproveitar o q tenho de melhor, que é o meu cabeceio, minha presença de área.

Fernandão, no entanto, garante que não ficará parado na área caso seja escalado para ser referência no ataque do São Paulo.

- Eu gosto muito de me movimentar, de sempre chegar bem ao ataque. Gosto de ter mobilidade. Não sou trombador. Sou um pouco mais de tabela, toque e movimentação, mas tenho uma presença muito grande dentro da área. Jogando ali, adiantado, não quer dizer que vou ficar fixo. Vou me movimentar também. Vamos ver o que o Carpegiani pensa. Nunca fui de ficar parado, sempre sai um pouco.

Por: João Gabriel Rodrigues

veja também