MENU

Fifa descarta punir Henry por gol irregular da seleção da França

Fifa descarta punir Henry por gol irregular da seleção da França

Atualizado: Segunda-feira, 18 Janeiro de 2010 as 12

A Comissão Disciplinar da Fifa decidiu nesta segunda-feira, dia 18, não punir o francês Thierry Henry por ter colocado a mão na bola no polêmico lance do gol que deu a classificação a seu país na repescagem da Copa do Mundo-2010, contra a Irlanda.

Segundo a decisão, não havia base jurídica para aplicar uma punição, pois a ação de tocar a bola com a mão não pode ser considerada uma falta grave.

"Nenhum outro texto jurídico permite à comissão punir um feito sobre o qual não tenha sido advertida pelos oficiais da partida", informou a Fifa em comunicado, ao fim da reunião realizada nesta segunda-feira para estudar o caso.

Em novembro de 2009, em Saint-Dennis, no jogo de volta pela repescagem, a França chegou ao empate com a Irlanda na prorrogação com um gol irregular, após terminar o tempo normal perdendo por 1 a 0.

No lance, Henry dominou a bola com a mão e tocou para Gallas, que desviou para as redes. Com o resultado, os franceses ficaram com a vaga, pois venceram o jogo de ida, em Dublin, por 1 a 0.

Henry recebeu muitas críticas por causa desse gol irregular e revelou que até cogitou abandonar a seleção da França por causa da polêmica.

"Sim, passou pela minha cabeça essa questão [de abandonar a seleção]. Talvez sem o apoio de meus companheiros eu teria tomado outra decisão, mas agora já decidi [jogar a Copa] e lutarei até o final", disse Henry, em entrevista ao jornal francês "L'Equipe"

veja também