MENU

Fifa faz vistoria em estádio do Timão em SP

Fifa faz vistoria em estádio do Timão em SP

Atualizado: Terça-feira, 6 Março de 2012 as 11:30

Integrantes da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014 realizam na manhã desta terça-feira (6) uma vistoria no estádio do Corinthians, em Itaquera, na Zona Leste da capital paulista. A visita acontece um dia depois do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, pedir desculpas por dizer que o Brasil precisaria de “um chute no traseiro” para acelerar os preparativos para o mundial.

Segundo Valcke, a expressão em francês utilizada por ele (“se donner un coup de pied aux fesses”) e significa apenas “acelerar o ritmo”. "Infelizmente essa expressão foi traduzida para o português utilizando palavras muito mais fortes. Portanto, gostaria de pedir desculpas ao senhor e também a qualquer pessoa que tenha se sentido ofendida", afirmou Valcke em carta endereçada ao ministro do Esporte, Aldo Rebelo.

A carta, divulgada pelo próprio Ministério do Esporte, foi enviada a Aldo, segundo a assessoria da pasta, após o ministro ter oficializado um pedido à Fifa para que trocasse o representante da federação junto ao governo brasileiro por causa das declarações. A assessoria de imprensa disse ao G1 que o ministro analisava se aceitará as desculpas e concordará em manter Valcke como interlocutor nas negociações para a Copa.

Lei Geral

A nova votação do texto-base da Lei Geral da Copa na comissão especial da Câmara dos Deputados deve acontecer na tarde desta terça-feira. A votação da lei que contém uma série de exigências da Fifa para realização do Mundial, realizada no dia 28 de fevereiro, foi anulada. Segundo o líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza, houve desrespeito ao regimento interno da Casa.

A reunião da comissão especial da semana passada ocorreu simultaneamente à sessão de votação do plenário da Câmara, o que não é permitido pelo regimento. Desse modo, o projeto será novamente apreciado antes da votação dos dez destaques (propostas de alteração) à matéria. Dois destaques apresentados são polêmicos e propõem proibir a venda de bebidas alcoólicas nos jogos do mundial.

veja também