MENU

Fifa foge de pergunta sobre estádio de abertura da Copa de 2014

Fifa foge de pergunta sobre estádio de abertura da Copa de 2014

Atualizado: Segunda-feira, 7 Junho de 2010 as 11:33

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, e o secretário-geral da entidade que rege o futebol no planeta, Jérôme Valcke, foram pouco conclusivos ao falar sobre a Copa de 2014, no Brasil. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, em Joanesburgo, eles preferiram focar no Mundial da África do Sul, que começa nesta sexta. Questionados sobre o estádio de abertura em 2014 e sobre a possibilidade de o Brasil organizar melhor a competição do que os sul-africanos, os chefões da Fifa disseram que antes é preciso esperar a Copa de 2010 terminar.

Os dirigentes também comentaram os incidentes ocorridos no amistoso entre Coreia do Norte e Nigéria, domingo, em Midrand, na África do Sul. Mais de 20 pessoas ficaram feridas em consequência da tentativa de invasão do Makhulong Stadium por parte de pessoas que tinham ingressos, mas não conseguiam acessar o local, e de outros que sequer haviam adquirir bilhetes. A Fifa voltou a se isentar de culpa pelo episódio.

- Nós recomendamos que não sejam distribuídos ingressos no dia do jogo, mas ocorreu a distribuição - disse Valcke.

- Nós lamentamos o que aconteceu e temos certeza de que não será repetido no Mundial – afirmou Blatter.

A Fifa teve dois dias de reuniões para falar sobre o atual Mundial, sobre os preparativos para a Copa de 2014 e também para discutir assuntos gerais. A entidade liberou que países se juntem na candidatura para as Copas de 2018 e 2022. São os casos de Bélgica/Holanda e Espanha/Portugal.

Postado por: Cristiano Bitencourt

veja também