MENU

Fim do reabastecimento nas corridas faz Massa ligar alerta: "Muda o jeito de guiar"

Fim do reabastecimento nas corridas faz Massa ligar alerta: "Muda o jeito de guiar"

Atualizado: Terça-feira, 9 Março de 2010 as 12

A mudança de regulamento para a temporada 2010, com o fim do reabastecimento durante as corridas, é uma das mais radicais dos últimos anos. Para Felipe Massa, piloto da Ferrari, o aumento do peso no início da corrida e o maior desgaste de pneus vão alterar bastante a forma de pilotar neste ano. Segundo ele, os GPs ficarão mais complicados para os pilotos.

- É uma mudança grande. Vamos largar com o tanque cheio, com 180 litros. Para se ter uma ideia, em Barcelona cada dez quilos de combustível equivalem a três décimos e meio. Imagine como é com 180. Vamos classificar com o carro mais rápido possível e largar com o carro mais lento. Então, muda o jeito de guiar, a reação do carro, que vai melhorando de acordo com a diminuição da gasolina. O pneu também sofre muito com o desgaste. Vai ser uma corrida mais técnica até a primeira troca de pneus. Quem está fora terá dificuldade em saber o momento dos pit stops. Não será simples - diz Massa, que participou de um evento da Ferrari em São Paulo neste domingo.

O brasileiro também relembrou seu difícil início de carreira. Sem tantas condições quanto seus rivais, Felipe Massa passou por dificuldades, mas conseguiu superar os desafios. Para ele, vontade e talento são o que mais pesa para um jovem piloto.

- Sempre foi muito difícil passar de uma categoria. Corri no kart e graças a meu pai conseguia continuar, pois ele tinha um pouco de dinheiro para ajudar. Em 1996 parei de correr porque não tinha patrocínio, mas depois conseguimos ir para a Fórmula Chevrolet. Fui campeão em 1999, mas tinha que arrumar dinheiro para andar na Europa. Consegui um que pagava metade na Fórmula Renault. Se eu não ganhasse, seria impossível ficar. Acabei campeão do italiano e do europeu, tive a chance na hora certa. Na carreira, vontade é o principal, mas tem de ter talento, todos os elementos. Quando comecei, não imaginava correr na Ferrari e ter os melhores patrocínios. Mas a gente sempre quer mais, nunca é o suficiente (risos).

veja também