MENU

Fla falha na defesa e tropeça no Olaria, mas garante vaga na semi da Taça GB

Fla falha na defesa e tropeça no Olaria, mas garante vaga na semi da Taça GB

Atualizado: Quinta-feira, 4 Fevereiro de 2010 as 12

Adriano fez um, Vagner Love, dois. Mas desta vez, o Império do Amor não foi suficiente para garantir a sexta vitória consecutiva. Com outra atuação atabalhoada do sistema defensivo, o Flamengo empatou por 3 a 3 com o Olaria, no Maracanã, na noite desta quarta-feira. O resultado garante a classificação antecipada do time rubro-negro à semifinal da Taça Guanabara.

O time pula para os 16 pontos e perde o aproveitamento de 100% na temporada. O adversário na última rodada será o Boavista, domingo, às 19h30m (de Brasília), em Volta Redonda.

Novamente, a defesa foi o ponto falho da equipe. Houve dois pênaltis cometidos, um jogador expulso e muitos sustos na torcida. Até Bruno, que defendeu um pênalti mas falhou no segundo gol, não teve uma noite feliz.

O Olaria pode se gabar de ser o primeiro time pequeno a roubar pontos de uma equipe grande. E logo do tricampeão carioca e hexacampeão brasileiro. O time do subúrbio tem 11 pontos ganhos e torce por um tropeço do Fluminense nesta quinta-feira, diante do Boavista, no Maracanã. para ter chances de passar às semifinais. No domingo, na última rodada, a equipe da Bariri enfrentará justamente o Tricolor. A partida será no Engenhão, às 19h30m (de Brasília).

Tudo igual no primeiro tempo

A ressaca do Fla-Flu atingiu os torcedores, que praticamente ignoraram a partida contra o Olaria. E os poucos que foram ao Maracanã viram um início preocupante. Depois de dois contragolpes perigosos, o Olaria abriu o placar aos cinco minutos. Cacá chutou de longe, forte, no ângulo esquerdo de Bruno. O goleiro ainda tocou na bola.

Não deu nem tempo de comemorar. Logo na saída de bola, aos seis, Vagner Love rolou para Juan. O lateral foi ao fundo e cruzou para Adriano subir e empatar.

O Flamengo passou a ter domínio das ações. Vinícius Pacheco fez boa jogada aos 17 e bateu firme, à direita da baliza. Só que também deixou muitos espaços na defesa. Em um dos buracos, Aleílson fez jogada na ponta esquerda e cruzou em cima de Bruno. Seria uma defesa tranquila, mas o goleiro deixou passar por baixo das pernas, e a bola não entrou por pouco.

Aos 25 minutos, Vinícius Pacheco rolou para Adriano dentro da área. Ele driblou o goleiro, mas perdeu ângulo. Voltou, deu uma linda caneta em Thiago Eleutério e bateu rasteiro. Ângelo defendeu com os pés.

Sem a categoria de Petkovic, o Flamengo teve a velocidade e os dribles curtos de Vinícius. Em um destes lances, aos 35, ele saiu do meio-campo, foi à linha de fundo e cruzou para trás. A bola bateu na canela de Adriano e saiu.

No último lance do primeiro tempo, por pouco Adriano marcou um golaço no Maracanã. Após cruzamento de Kleberson, o Imperador saltou e deu um voleio com força, próximo ao ângulo esquerdo do Olaria.

Pênaltis, expulsões... Love

Logo no início do segundo tempo, o Flamengo cometeu o quarto pênalti na temporada. David derrubou Aleílson na área. Na cobrança, Cacá bateu no canto direito, e Bruno saltou para defender.

Aos 11, Vagner Love fez o dele. Fierro cruzou da direita, e o artilheiro do amor desviou com a perna esquerda. A vantagem durou pouco. Aos 14, após uma tabela na entrada da área, Araruama chutou, e a bola entrou por baixo das pernas do goleiro Bruno.

A virada veio em outro pênalti. Toró empurrou Aleílson dentro da área e foi expulso. Na cobrança, Cacá bateu forte no canto direito e virou a partida, aos 19.

O Flamengo precisava apenas do empate para conseguir a classificação antecipada. Adriano, aos 29, girou e bateu com perigo. Mas o gol de empate saiu aos 37. Juan cruzou da esquerda, Vagner Love saltou e cabeceou para o chão. O Olaria teve Thiago Eleutério expulso logo depois, a pressão dos mandantes aumentou, mas o nervosismo atrapalhou, e o quarto gol não saiu. Mas a classificação para as semifinais está garantida.

veja também