MENU

Fla investe pela direita e derruba o América em seu caldeirão: 3 a 1

Fla investe pela direita e derruba o América em seu caldeirão: 3 a 1

Atualizado: Domingo, 23 Janeiro de 2011 as 8:33

Ronaldinho Gaúcho, Thiago Neves e Bottinelli ainda não estrearam. Diante da ausência de seus principais reforços para o setor ofensivo, o Flamengo encontrou uma via alternativa para derrotar o América por 3 a 1, em Edson Passos, pela segunda rodada da Taça Guanabara. Em uma tarde de sábado de muito calor no 'caldeirão do Diabo', o Fla investiu nas jogadas pela direita e conquistou mais uma vitória no Carioca 2011. Renato Abreu, David Braz e Deivid marcaram para o Rubro-Negro. Leandrinho fez o gol de honra do time da casa.

Com o triunfo deste sábado, Fla mantém a liderança do Grupo A, com seis pontos. E volta a campo na próxima quarta-feira, quando enfrenta o Americano em Macaé (19h30m de Brasília). Com apenas um ponto na chave, o América é o sexto colocado e recebe o Resende em Edson Passos, no mesmo dia (17h).

Ainda sem poder contar com o novo trio ofensivo, o treinador Vanderlei Luxemburgo fez apenas uma alteração em relação ao time que iniciou a partida contra o Volta Redonda, na quarta-feira. Fierro, que precisou ir ao Chile para resolver problemas particulares, foi substituído por Marquinhos.

E o meia, atuando aberto pela direita, deu mais movimentação ao time na frente. E criou a primeira chance da equipe, quando cruzou para Deivid aos seis minutos. O atacante cabeceou para fora, pressionado pela marcação.

Cinco minutos depois, o atacante voltou a brigar com os marcadores. E levou a pior. Foi atingido na boca pelo pé direito do zagueiro Ronan. Sangrando bastante, o atacante teve que deixar o campo para ser atendido. E nem viu direito o primeiro gol da partida. Em cobrança de falta ensaiada, Léo Moura rolou para Renato Abreu, que cobrou colocado, longe do alcance do goleiro Mota, que pulou para o lado errado.

Com a vantagem e diante do forte calor em Edson Passos, o Fla procurou manter a posse de bola, concentrando as jogadas pelo lado direito, com as avançadas de Léo Moura e os deslocamentos de Marquinhos. E controlando o adversário, que, até aos 35 minutos, pouco ameaçou a meta de Felipe.

E pela direita, o Fla aumentou a vantagem aos 32. Marquinhos sofreu falta, que Renato Abreu cobrou sobre a área. O zagueiro David Braz se antecipou ao goleiro Mota e cabeceou para a rede. O caminho rubro-negro era mesmo pelo setor direito. Marquinhos arrancou aos 35 e cruzou para Deivid, que completou mal, mandando para fora. O 2 a 0 no placar minimizou a irritação dos torcedores com o camisa 9.

Quem arrancou aplausos dos rubro-negros foi o goleiro Felipe, que fez linda defesa em cabeçada de Felipe Adão aos 37 (assista no vídeo ao lado). O novo goleiro do Fla voltou a ser exigido no último lance do primeiro período, defendendo firme uma conclusão de meia-virada de Adão.

Com alterações nas duas laterais para o segundo tempo (Josimar e Felipe Assis nos lugares de Edson e Bruno Santos, respectivamente), o América tentou melhorar a marcação e reagir. Mas foi o Flamengo quem voltou a balançar a rede. E de novo graças a um lance pela direita. Vander cruzou e encontrou Deivid na pequena área. O atacante completou de chapa e fez o terceiro do Fla.

Com a boa vantagem e desgastado pelo calor, o Rubro-Negro reduziu o ritmo. Já o time vermelho mostrou disposição para reduzir o prejuízo. E conseguiu, usando a mesma arma do Flamengo: uma jogada pela direita. Aos 22, Hugo recebeu livre e centrou. Felipe Adão disputou pelo alto com a zaga, e a bola sobrou para Leandrinho, que, diante do goleiro do Fla, cabeceou para a rede.

Diante da animação do adversário, Vanderlei Luxemburgo decidiu reforçar a marcação e trocou um meia-atacante (Vander) por um zagueiro (Ronaldo Angelim). E um atacante (Deivid) por um volante (João Vítor).

O que fez o Fla cadenciar ainda mais o jogo no caldeirão. E deixar o tempo passar para garantir mais três pontos antes da estreia de Ronaldinho Gaúcho com a camisa rubro-negra.

No estádio Raulino de Oliveira, também pela Chave A, o Boavista derrotou o Volta Redonda por 1 a 0, gol de Frontini.  

veja também