MENU

Flamengo vence Cruzeiro por 1 a 0 e segue como único invicto

Flamengo vence Cruzeiro por 1 a 0 e segue como único invicto

Atualizado: Quinta-feira, 4 Agosto de 2011 as 8:37

          O Flamengo manteve a invencibilidade no Campeonato Brasileiro ao vencer o Cruzeiro por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG), pela 14.ª rodada da competição. Mais uma vez a estrela de Ronaldinho Gaúcho brilhou e, mesmo sem marcar o seu, atraiu toda a defesa celeste à direita da área e deixou a bola no pé de Deivid, que precisou passar apenas por Fábio para fazer o único gol da partida.     Ronaldinho Gaúcho passa pela marcação de Marquinhos Paraná; Flamengo vence mais uma na Série A       Com o resultado, a equipe da Gávea - que acaba com um tabu de sete derrotas seguidas para os mineiros - seguiu na cola do líder Corinthians, com 30 pontos, um a menos que o time paulista. O Cruzeiro, por sua vez, acumula a terceira derrota consecutiva e perde a chance de se aproximar do grupo da frente. Pelo contrário, a derrota fez a equipe celeste cair para a 11.ª posição, atrás do Coritiba.

A partida começou movimentada e seguiu assim durante toda a primeira etapa, com um jogo franco por parte de ambos os times. No entanto, apesar da pressão de lado a lado, os dois ataques estavam bem marcados e poucas finalizações foram ameaças reais aos arqueiros.

E, apesar de o Flamengo contar com o brilho de atletas como Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves, foram os anfitriões que criaram as melhores chances em quase todo o primeiro tempo. Com destaque para o argentino Montillo. O meia celeste protagonizou algumas das melhores jogadas do primeiro período da partida e até ao tentar um cruzamento na área por pouco não abriu o placar e obrigou Felipe a ceder um escanteio. Isso até os 45 minutos, quando Ronaldinho Gaúcho deixou Deivid sozinho de frente para Fábio para fazer 1 a 0.

Os dois times entraram em campo para o segundo tempo mostrando que pretendiam manter o mesmo ritmo eletrizante da etapa inicial. Pouco depois, porém, o Flamengo começou a correr um pouco menos. O rubro-negro não chegou a se fechar na retranca, mas passou a atuar com um pouco mais de cautela para dar menos espaço para o adversário jogar.

Do outro lado, o Cruzeiro fez o oposto. Se já havia mantido um jogo aberto em toda a primeira etapa, a equipe, que tentava afastar a irregularidade mostrada até agora no Brasileirão, passou a correr ainda mais. No meio da etapa final, o técnico celeste, Joel Santana, ainda tentou deixar o time ainda mais ofensivo ao trocar o volante Everton por atacante Ortigoza. Titular nas últimas partidas, o atacante paraguaio havia cedido a vaga para Reis, que também foi sacado pelo técnico para a entrada do também atacante Sebá.

Mas nada disso adiantou. Na verdade, foi o Flamengo que, aos 40 minutos, por pouco não ampliou. O chileno Fierro, que entrou justamente no lugar de Deivid, recebeu um passe adocicado de Bottinelli na entrada da área e bateu, mas a bola atingiu as duas traves e não entrou.

Montillo também fez uma bela tentativa em uma cobrança de falta dois minutos depois, mas a bola bateu no travessão e foi para fora. Aos 50 minutos, os donos da casa ainda conseguiram dois escanteios e até o goleiro Fábio foi para a área rubro-negra, mas os visitantes conseguiram segurar o resultado. "Esse é o objetivo. Buscar fora de casa os pontos", comemorou Renato Abreu.

Cruzeiro - 0 - Fábio; Diego Renan, Gil, Naldo e Gilberto; Fabrício, Marquinhos Paraná, Everton (Ortigoza) e Montillo; Wallyson e Reis (Sebá). Técnico: Joel Santana.

Flamengo - 1 - Felipe; Leonardo Moura (Jean), David, Ronaldo Angelim e Júnior César; Aírton, Renato, Bottinelli (Muralha) e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Fierro). Técnico: Vanderlei Luxemburgo. Gol - Deivid, aos 45 minutos do primeiro tempo. Cartões amarelos - Fabrício e Everton (Cruzeiro); Ronaldo Angelim, Airton, Renato Abreu e Ronaldinho Gaúcho (Flamengo). Árbitro - Paulo Cesar Oliveira (Fifa-SP). Renda - R$ 252.659,84. Público - 14.863 pagantes. Local - Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.             Vídeo: Globoesporte.com

veja também