MENU

Flamengo vence no Chile, mas é eliminado da Libertadores

Flamengo vence no Chile, mas é eliminado da Libertadores

Atualizado: Sexta-feira, 21 Maio de 2010 as 7:15

O Flamengo bem que tentou. Lutou até o fim, derrotou a Universidad de Chile por 2 a 1 em partida disputada na noite desta quinta-feira, em Santiago, mas acabou eliminado da Copa Libertadores, uma vez que a equipe chilena fez mais gols fora de casa: venceu por 3 a 2 no Maracanã.

Ridicularizados pelo técnico chileno Geraldo Pelluso, Vagner Love e Adriano tiveram boas atuações e marcaram os gols  da equipe brasileira. Montillo, em bela jogada, marcou o gol que carimbou o passaporte chileno para as semifinais da competição. Agora a Universidad vai enfrentar o Chivas do México na próxima fase enquanto o Flamengo volta a pensar apenas no Campeonato Brasileiro.

O jogo

O Flamengo começou no ataque com Vagner Love enfiado entre os zagueiros chilenos e Adriano atuando fora da área, preparando as jogadas. O primeiro lance de perigo foi com Vágner Love, aos três minutos com um chute que assustou a defesa chilena. No minuto seguinte, em lance de bola parada, a equipe da casa deu a resposta. Montillo cobrou falta e Fernandez subiu mais que Ronaldo Angelim e cabeceou forte, mas Bruno estava bem colocado e fez a defesa com segurança.

O time carioca tinha a iniciativa de partida e pressionava em busca do gol enquanto a Universidad se defendia com sete jogadores e tentava sair nos contra-ataques.

Aos 11 minutos, Vagner Love fez boa jogada ao lado da grande área mas foi derrubado quando tentava invadir com a bola dominada. Na cobrança, a defesa chilena afastou o perigo. Kleberson, aos 18, deu outro susto na torcida chilena ao desarmar Seymour na intermediária e chutar por cima do travessão de Pinto. Aos 24 minutos, depois de receber cartão amarelo por entrada violenta, o lateral Juan foi atingido por uma moeda jogada pela torcida e teve que deixar o campo para ser atendido.

O time chileno melhorou de produção e assustou a equipe carioca com um chute de Fernandez que passou perto do gol de Bruno. Aos 33, o goleiro do Flamengo quase foi surpreendido por um chute de cobertura de Montillo, mas voltou a tempo de fazer a defesa. Aos 36 minutos, no melhor momento da equipe chilena, Montillo recebeu fora da área, driblou Toró e chutou colocado. A bola encobriu Bruno, mas se chocou com o travessão.

O lance fez o Flamengo despertar outra vez para a partida e aumentar a pressão em busca do primeiro gol. Aos 42, Michel entrou pela esquerda e forçou Pinto a espalmar para escanteio em defesa difícil. Na cobrança do escanteio, a bola sobrou para Léo Moura que chutou com violência e a bola se chocou com o travessão. E aos 46 minutos, o Flamengo marcou seu primeiro gol. Adriano recebeu de costas para o gol, mandou a bola de bicicleta para Vagner Love que meteu a cabeça para colocar a bola no fundo das redes.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com Petkovic no lugar de Michael. E o sérvio mostrou suas credenciais aos cinco minutos passando a bola entre as pernas do zagueiro Olarra e chutando para fora. O Flamengo teve outra chance com Vagner Love que furou na pequena área quando estava livre. A Universidad de Chile quase empatou em bela jogada de Oliveira que driblou David e chutou para grande defesa de Bruno.

A resposta do Flamengo veio no lance seguinte com cabeçada de Adriano que obrigou Pinto a uma grande defesa para evitar o segundo gol.

A partida ficou equilibrada com os dois times, mas com a equipe chilena mostrando mais agressividade. E a Universidad acabou empatando a partida aos 28 minutos com o meia argentino Montillo que entrou pela intermediária, viu o goleiro Bruno adiantado e encobriu o goleiro rubro-negro em lance de rara beleza.

O Flamengo partiu para o ataque e marcou o segundo gol aos 32 minutos com Adriano depois de um passe de calcanhar de Léo Moura.

O time brasileiro partiu com tudo para buscar o terceiro gol que lhe garantiria a classificação. Willians foi expulso depois de levar o segundo cartão amarelo. O Flamengo continuou atacando mas a Universidad de Chile soube segurar a vantagem. Depois do apito final, Vágner Love foi reclamar do árbitro e acabou expulso de campo.

veja também