MENU

Flu bate o Sport por 3 a 0 em Recife, mas continua na zona de rebaixamento

Flu bate o Sport por 3 a 0 em Recife, mas continua na zona de rebaixamento

Atualizado: Domingo, 22 Novembro de 2009 as 12

O Fluminense segue embalado e neste domingo venceu por 3 a 0 o Sport, na Ilha do Retiro. Com gols de Zé Antônio, contra, Fred e Conca, o Tricolor permanece encostado no Botafogo na briga para fugir da zona de rebaixamento. A diferença segue em dois pontos faltando duas rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro. 

Com a vitória, o Fluminense chegou aos 42 pontos, mas segue na zona indigesta devido à vitória do Botafogo sobre o São Paulo, no Engenhão. Por outro lado, o Sport, já rebaixado, possui apenas 31 tentos e terminará o Campeonato Brasileiro na última colocação.

Ainda vivo na briga para evitar a queda à Série B do Brasileirão, o Fluminense recebe no próximo domingo o Vitória, no Maracanã, enquanto o Sport encara o Internacional, na mesma data. Ambos os duelos serão realizados às 17 horas, horário de Brasília.

O jogo - A partida começou com as duas equipes mais cautelosas, buscando tocar muito a bola e tentar abrir espaços na defesa adversária. Sem êxito, a primeira boa chance de gol aconteceu aos quatro minutos após falha da zaga tricolor. Wilson tocou para Arce, que entrou na área pela esquerda e chutou, mas Gum travou a bola e impediu a possível abertura do placar.

No entanto, este foi um lance isolado, pois a partir dai a partida voltou a ficar sem emoção e, consequentemente, sem chance de gol. As duas equipes paravam as jogadas adversárias com falta. Quando chegavam ao ataque, erravam muitos passes. O Sport tinha mais posse de bola e buscava o gol nas bolas paradas. Já o Fluminense buscava os contra-ataques.

O Tricolor carioca deu seu primeiro chute ao gol com algum perigo somente aos 25 minutos, com o argentino Conca. A bola bateu na zaga pernambucana e assustou o goleiro Cléber antes de fora. Só que a resposta do Sport veio quatro minutos depois, após Wilson receber pela esquerda e cruzar rasteiro para o meio da área. No entanto, Gum tirou o perigo.

A partir dos 35 minutos, o Fluminense passou a ter o domínio do jogo e a criar boas chances. Na primeira, Alan tocou para Dieguinho, que chutou dentro da área, mas foi travado pela zaga do Sport. Na jogada seguinte, o meio-de-campo tricolor chegou tocando ao ataque até a bola parar nos pés de Conca. O argentino puxou para a entrada da área e chutou, mas muito mal.

O Fluminense chegou com perigo novamente aos 42 minutos, quando Conca lançou Mariano, que entrou pela direita em diagonal e em vez de finalizar, cruzou rasteiro para a pequena área. No entanto, nenhum jogador tricolor apareceu finalizar. Dois minutos depois, Dieguinho foi lançado, mas ao goleiro Cléber fechou o ângulo e tirou o perigo para deixar o placar em branco no intervalo.

O segundo tempo começou com o Fluminense buscando o gol e a equipe quase conseguiu com um minuto. Maurício recebeu lançamento em diagonal direita e chutou para o gol. O goleiro Cléber espalmou, mas a bola sobrou para Conca, que chutou de primeira para outra boa defesa o número 1 pernambucano.

A resposta do Sport aconteceu aos seis minutos. Isael recebeu a bola após cobrança de lateral, driblou o marcador, mas chutou para fora. O lance acordou o time da casa, que passou a ter o domínio da partida. Aos 13 minutos, novamente Isael teve a chance de abrir o placar, mas se enrolou com a bola na frente de Rafael. No entanto, o Sport perdeu um jogador aos 17 minutos. Moacir recebeu o segundo cartão amarelo e acabou sendo expulso.

Mesmo com um a menos, o Sport teve a chance de abrir o placar aos 18 minutos, quando Urrutia perdeu a bola no meio-de-campo e Wilson tocou para Arce, que entrou na área e chutou com cruzado para boa defesa de Rafael. O Fluminense deu a resposta dois minutos depois, quando Dieguinho cruzou rasteiro pela esquerda e Fred pegou de primeira. Cléber fez grande defesa.

Mas, após o escanteio, aos 21 minutos, Maurício cruzou para a área, o volante Zé Antonio tentou cortar, contudo, a bola raspou na sua cabeça e foi para o gol.

Após o gol, o Sport passou a buscar mais o ataque, mesmo com um jogador a menos. No entanto, não conseguia armar nenhuma jogada. Aos 27 minutos, após sofrer um contra-ataque, Conca tabelou com Fred e ambos apareceram sozinhos diante de Cléber. O argentino rolou para o atacante, que tocou para a rede.

O segundo gol do Fluminense desanimou o Sport, que acabou tendo outro jogador expulso aos 34 minutos, quando Ciro acertou Kieza e recebeu o cartão vermelho diretamente. O lance foi tão nítido, que os próprios jogadores do time pernambucano repreenderam o atacante na saída de campo.

O Fluminense aproveitou para ampliar, com o argentino Dario Conca, aos 41 minutos. O meia recebeu fora da área, penetrou sem marcação e chutou cruzado sem chance para Cléber.

A partir de então, o Tricolor passou a administrar o resultado tocando a bola e só avançando nos contra-ataques. O Sport ainda buscou o ataque, mas sem êxito.   fonte: gazeta press

veja também