MENU

Flu, em busca do título, encara último fio de esperança do Inter

Flu, em busca do título, encara último fio de esperança do Inter

Atualizado: Quarta-feira, 3 Novembro de 2010 as 10:16

Para o Fluminense, vencer é importante; para o Inter, é absolutamente necessário. O Tricolor, líder do Campeonato Brasileiro, vai a campo às 19h30m desta quarta-feira, no Beira-Rio, disposto a consolidar sua caça ao título brasileiro. E encara um adversário que se agarra em um último fio de esperança na competição.

Oito pontos separam o Fluminense, primeiro colocado, do Inter, dono do sexto lugar. Os cariocas ficam atentos às ameaças representadas especialmente por Cruzeiro, Corinthians e Botafogo. Os gaúchos acionam a calculadora e concluem que só 100% de aproveitamento darão alguma esperança de título.

O jogão do Beira-Rio marca o encontro entre Conca, do Fluminense, e D'Alessandro, do Inter, dois dos astros argentinos do Brasileirão. O "hermano" tricolor é um dos alicerces da ótima campanha do time de Muricy Ramalho no Nacional. O gringo colorado foi decisivo no título da Libertadores dos gaúchos.

O que está em jogo

Inter: o Inter tenta evitar que o jogo contra o Fluminense seja seu último suspiro no Brasileirão. Uma vitória manterá o time colorado vivo na competição, mesmo que com poucas chances de conquista. Já um tropeço representará o adeus ao sonho de título.

Fluminense: a liderança é tricolor, mas por apenas sete gols de vantagem no saldo em relação ao Cruzeiro. Com a mesma pontuação dos mineiros, 57, o Flu tenta ignorar o fato de jogar fora de casa e entra em campo com um único pensamento: vencer para se manter no topo.

As escalações

Inter: Celso Roth repete o time que enfrentou o Santos, com Rafael Sobis em um misto de articulador e atacante. A equipe é a base da formação que será usada no Mundial. Renan e Alecsandro, mesmo questionados, seguem no time. Escalação: Renan, Nei, Bolívar e Kleber; Wilson Matias, Guiñazu, Giuliano, D'Alessandro e Rafael Sobis; Alecsandro.

Fluminense: ainda sem Deco, Fred e Emerson, que estão no departamento médico, o Fluminense faz mistério sobre a equipe que pisará no gramado do Beira-Rio. Rodriguinho e Tartá, suspensos contra o Grêmio, estão à disposição, mas há a possibilidade de Muricy manter Washington como único jogador de ataque. Com isso, a equipe atuaria no esquema 4-5-1. A tendência é de que o Tricolor entre em campo com Ricardo Berna, Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Fernando Bob, Diguinho, Marquinho, Julio Cesar (Rodriguinho) e Conca; Washington.

Quem está fora

Inter: o Inter segue sem Tinga, com lesão muscular. Não há jogadores suspensos.

Fluminense:  no departamento médico, Diogo, Fred, Emerson e Deco estão vetados para a partida.

Pendurados

Inter: Renan, Abbondanzieri, Guiñazu, D'Alessandro e Alecsandro.

Fluminense: Diguinho, Marquinho e Washington.

Fique de olho

Inter: Rafael Sobis tem o segundo jogo como titular desde o retorno de lesão muscular. Ele estará, muito provavelmente, entre os 11 eleitos para o Mundial. O jogador é a esperança de um ataque mais contundente em uma equipe marcada por chutar pouco a gol.

Fluminense: há dez partidas sem balançar as redes, Washington chega para a partida motivado. Além de ter sido muito elogiado por Muricy e pelos companheiros pelo passe para o segundo gol de Conca contra o Grêmio, o atacante recebeu apoio especial dos torcedores nos treinamentos da semana.

O que eles disseram

Celso Roth (técnico do Inter) - "Se o resultado não vier, vamos manter nosso planejamento. Não vejo pressão. Pressão em quem ganhou uma Libertadores? Não vamos mudar nada, mesmo que as pessoas achem isso, achem aquilo. Vamos disputar o campeonato com o intuito de ganhá-lo. Mas temos, paralelamente, o Mundial, e vamos trabalhar em alta performance. É isso que queremos. Se dentro dessa alta performance conseguirmos o título brasileiro, ótimo...".

Ricardo Berna (goleiro do Fluminense) -  "É fato que disputar um Mundial mexe com a cabeça de qualquer um. Mas sabemos da qualidade do elenco do Inter e não podemos dar mole. Se estão no Mundial, é por terem qualidade. Temos que nos preocupar em neutralizar os pontos fortes deles e alcançar nossos objetivos".

Números e curiosidades

* Inter e Fluminense mediram forças 41 vezes pelo Campeonato Brasileiro, com 16 vitórias coloradas, 12 triunfos do Tricolor e 13 empates. Os gaúchos marcaram 54 gols, contra 51 dos cariocas.

* Inter e Fluminense se enfrentaram 22 vezes no Beira-Rio na história do Campeonato Brasileiro, com enorme vantagem do Colorado, que venceu 11 jogos, empatou sete e perdeu apenas quatro vezes. Nesses 22 jogos na capital gaúcha, o Inter marcou 35 gols e sofreu 22.

* A média de gols das partidas entre Fluminense e Interl pelo Brasileirão é de 2,56 por jogo. Foram marcados 105 gols em 41confrontos. Quatro jogos entre Inter e Flu terminaram sem gols, em 1971,1972, 1989 e 2004.

Último confronto

O Fluminense atropelou o Inter no duelo pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro. O time gaúcho, mais preocupado com a Libertadores naquele 15 de agosto, foi a campo com time quase reserva. Os cariocas venceram por 3 a 0, com gols de Mariano, Washington e Emerson. Quase 50 mil pessoas assistiram à partida no Maracanã. A partida foi decisiva na caminhada tricolor rumo ao topo do Brasileirão. O Inter, um mês depois, foi bicampeão da Libertadores da América.

veja também