MENU

Flu vence o Boca por 2 a 1 na Bombonera

Flu vence o Boca por 2 a 1 na Bombonera

Atualizado: Quinta-feira, 8 Março de 2012 as 8:17

Era o centésimo jogo do Boca Juniors em seu estádio pela Taça Libertadores da América, mas o clima histórico da partida foi para o lado do Fluminense após o apito final do árbitro paraguaio Carlos Amarilla. A vitória por 2 a 1 foi o apenas o quarto triunfo brasileiro em 32 jogos dentro do caldeirão da La Bombonera. Antes, só Santos, Cruzeiro e Paysandu conseguiram o feito. Fato que foi muito exaltado pelo técnico Abel Braga após a partida.

Para completar a festa, o Tricolor quebrou a invencibilidade de 36 partidas dos argentinos, que não sabiam o que era uma derrota desde abril de 2011.

- Esperávamos muita dificuldade, afinal, era uma equipe que não perdia desde abril e quase não havia sofrido gols no ano. Além disso, tem um excelente jogador, que é o Riquelme. Nossa equipe não se intimidou mesmo com a torcida deles cantando o tempo todo. A pressão é muito forte. Não é qualquer um que vem aqui e faz isso com o Boca. Foi uma partida histórica. Mais uma vez o nome do Fluminense fica marcado no futebol sul-americano - comemorou.

Apesar de terminar o primeiro tempo à frente do marcador, o comandante tricolor disse que viu falhas no meio-campo e acertou melhor o time na etapa final.

- O Boca abriu muito o jogo no primeiro tempo, deixou o meio de campo despovoado e não soubemos aproveitar. Na etapa final, a equipe voltou mais bem postada, atacamos mais e quase não passamos sufoco apesar do gol sofrido logo no início. Fomos muito bem na partida. A dedicação de todos foi notável. Mas temos que manter os pés no chão e procurar mais um bom resultado contra o Zamora na próxima rodada - afirmou.

O Fluminense volta a campo pela Libertadores na próxima quarta-feira, contra o Zamora, às 19h45m (de Brasília), no Engenhão. O Tricolor é o líder do Grupo 4 com seis pontos. Antes disso, o clube das Laranjeiras encara o Flamengo, domingo, às 18h30, também no Engenhão, pela Taça Rio.

veja também