MENU

Fluminense reencontra LDU pelo título da Copa Sul-americana

Fluminense reencontra LDU pelo título da Copa Sul-americana

Atualizado: Quarta-feira, 25 Novembro de 2009 as 12

Pouco mais de um ano depois de terem decicido o título da Copa Libertadores, Fluminense e Liga Deportiva Universitária (LDU), do Equador, se reencontram na grande final da Copa Sul-americana. O primeiro jogo desta decisão, recheada de rivalidade, acontece nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no Estádio Casa Blanca, em Quito, capital equatoriana.

Após a decisão de 2008, as duas equipes seguiram caminhos diferentes. A LDU foi vice no Mundial de Clubes da Fifa, fazendo um grande jogo contra o Manchester United, da Inglaterra, e perdendo apenas por 1 a 0. Esse ano o time equatoriano conquistou o título da Recopa Sul-americana, superando o Internacional com triunfo por 1 a 0, em Porto Alegre (RS). Na contramão desta história vem o Fluminense, que pelo segundo ano consecutivo luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Apesar desse histórico recente beneficiar a LDU, o Fluminense chega mais animado para esta decisão, pois não perde há 13 jogos e vem conseguindo vitórias espetaculares, como a virada por 2 a 1 sobre o Cerro Porteño, na semana passada. Mesmo assim, o técnico Cuca sabe que apenas a conquista do título e a permanência na Série A do Brasileirão deixarão os torcedores satisfeitos.

''Temos um compromisso com os nossos torcedores, com o clube e com nós mesmos de tirarmos o Fluminense da zona de rebaixamento e de lutarmos muito por esse título, que será difícil de ser conquistado pelo fato de nosso adversário ser muito forte. Mas acredito muito neste grupo, estamos focados neste trabalho e por isso mesmo a confiança é grande'', disse Cuca.

Na final da Copa Libertadores do ano passado o primeiro jogo também foi em Quito e o Fluminense acabou perdendo o título muito mais por conta do resultado fora de casa, com a derrota de 4 a 2. Por isso mesmo Cuca quer muita atenção nesta quarta-feira.

''A LDU vai querer usar o fator campo para decidir esse título logo no primeiro jogo e não podemos deixar. O time deles é muito forte e por isso mesmo não podemos vacilar. Se errarmos nesta quarta-feira, poderemos estar entregando a taça a eles. Temos que lembrar que a volta será no Maracanã e por isso mesmo a meta é levar a decisão para lá'', disse Cuca.

Para o meia argentino Darío Conca o jogo desta quarta-feira não tem nada a ver com a final da Copa Libertadores do ano passado. ''Os dois clubes tiveram méritos por se reencontrarem em uma nova decisão e por isso mesmo estão de parabéns. Mas a história daquela final não tem nada a ver com esse jogo. Quando a bola rola, ninguém pensa no passado'', disse Conca.

Para este compromisso, o Tricolor tem duas baixas em relação ao time que eliminou o Cerro Porteño. O zagueiro Digão, que quebrou um dos ossos do pé esquerdo, e o atacante Maicon, com estiramento muscular na coxa direita. Com isso, Cássio entra na zaga e Alan no ataque. O volante Diogo, que está com uma entorse no tornozelo direito, fará teste de vestiário, mas deve atuar. Maurício, mesmo assim, está de sobreaviso.

Pelo lado da LDU, o técnico Jorge Fossati, ao longo dos treinos, dá sinais de que vai realmente impor uma forte pressão sobre o Fluminense. O time tem trabalhado a marcação no campo do adversário, a fim de dificultar a saída de bola do rival.

''Vamos valorizar ao máximo a posse de bola, pois se passarmos mais tempo com ela, teremos mais chances de construirmos a vitória. Temos que jogar e não deixar o Fluminense jogar'', disse Fossati, que vai repetir a escalação que goleou o River Plate por 7 a 0 na semana passada.

O treinador da LDU elogiou bastante o Fluminense: ''É um time técnico, com jogadores que desequilibram, como o Conca e o Fred''. No fim de semana, atuando com uma formação recheada de reservas, a LDU perdeu por 1 a 0 para a Manta e está na segunda posição do Grupo A, com quatro pontos.

veja também