MENU

Fluminense vence Palmeiras no RJ

Fluminense vence Palmeiras no RJ

Atualizado: Domingo, 24 Julho de 2011 as 8:33

O Fluminense, definitivamente, é um adversário nada agradável para o Palmeiras. Depois de perder o argentino Martinuccio para o Tricolor - os clubes ainda disputam o jogador na Justiça -, o Verdão foi superado mais uma vez na tarde deste domingo, em Volta Redonda. Dessa vez, no campo. Com um gol de Marquinho, aos 29 minutos do segundo tempo, os cariocas fizeram 1 a 0 contra os paulistas em partida válida pela 11ª rodada do Brasileirão, no Raulino de Oliveira, e garantiram os três pontos.

Disputado em clima tenso e com muitas faltas, o jogo esteve longe de primar pela técnica, mas premiou quem buscou o gol durante os 90 minutos. Recheada de personagens, como Fred e Valdivia, que voltavam aos seus clubes após a Copa América, e Rafael Sobis, estreante pelo lado tricolor, a partida teve como herói um jogador sem a grife dos companheiros citados, mas que também esteve no centro das atenções na última semana. Ausente na derrota para o Coritiba por receber proposta do Grêmio, Marquinho renovou o contrato até o fim de 2013 e extravasou a angústia dos últimos dias em comemoração empolgada. O ponto negativo do domingo ficou por conta da confusa atuação do trio de arbitragem comandado por Héber Roberto Lopes, que anulou equivocadamente um gol do próprio Marquinho e foi criticado pelas duas torcidas.

A vitória levou o Fluminense aos 15 pontos e à décima colocação. Na próxima quarta, a equipe de Abel Braga vai a Ipatinga encarar o Atlético-MG, às 19h30m (de Brasília), no Ipatingão. Já o Palmeiras, com 19, foi superado pelo Vasco e caiu para a quinta colocação. Também na quarta, só que às 21h50m, o rival é o Figueirense, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Muita disposição, pouco futebol

Clima tenso dentro e fora de campo em Volta Redonda. Palmeirenses e tricolores parecem ter levado a sério a briga judicial entre os clubes para ficar com o argentino Martinuccio e foram para o estádio Raulino de Oliveira de punho cerrado. Do lado de fora, torcedores se estranharam antes do apito inicial e problemas mais sérios foram evitados pela polícia. Já com a bola rolando, o que se viu foi um jogo feio, com poucas oportunidades de gol e muitos lances ríspidos nos 45 minutos iniciais.    

veja também