MENU

Fora de casa, Fla tenta chegar à ponta, mas terá pela frente Cruzeiro

Fora de casa, Fla tenta chegar à ponta, mas terá pela frente Cruzeiro

Atualizado: Quarta-feira, 3 Agosto de 2011 as 8:53

] Montillo e Ronaldinho podem ser os personagens

do jogo (Foto: Montagem sobre foto da Ag. Estado)

  O jogo será entre Cruzeiro e Flamengo, a partir das 21h50m (de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, mas todos os olhos estarão voltados para o duelo particular entre dois dos melhores meias do país na atualidade.

De um lado está o argentino Montillo, que tentará ajudar a Raposa a se recuperar das duas derrotas sofridas nas últimas rodadas. Com 18 pontos e em nono lugar, o time precisa da vitória para voltar a sonhar com uma vaga no G-4. Do outro lado está Ronaldinho Gaúcho, que espera manter a sequência de boas atuações que deram ao Flamengo a vice-liderança invicta do Campeonato Brasileiro, com 27 pontos, e que renderam ao próprio jogador a artilharia da competição, com nove gols. Novo triunfo, aliado a um tropeço o Corinthians, pode deixar o Rubro-Negro na ponta da tabela.

Mas vencer o Cruzeiro não tem sido tarefa fácil para a equipe nos últimos anos. A última vitória carioca ocorreu em 2007, por 3 a 1, no primeiro turno do Brasileirão. De lá para cá, os mineiros conseguiram nada mais nada menos do que sete vitórias em sete confrontos, firmando assim o maior tabu do Flamengo entre todos os rivais que disputam regularmente a Série A do Brasileirão.     A arbitragem da partida ficará por conta do paulista Paulo César de Oliveira, que será auxiliado por Márcio Luiz Augusto e Danilo Ricardo Simon Manis, também de São Paulo. O GLOBOESPORTE.COM traz a cobertura completa do jogo em Tempo Real e com vídeos exclusivos a partir das 21h20m (de Brasília). A TV Globo transmite a partida para quase todo país, menos para São Paulo e Minas Gerais.

Cruzeiro: duas derrotas consecutivas fizeram com que a lua de mel da torcida celeste com o técnico Joel Santana chegasse ao fim. O treinador comandará a equipe pressionado, já que nas derrotas para o Atlético-GO e Botafogo, foi acusado de ser retranqueiro. Com 18 pontos, a Raposa quer a vitória para não ver aumentar a distância que já é de nove para o adversário.

Flamengo: a um ponto do líder Corinthians, que tem um jogo a menos, o Rubro-Negro pode terminar a rodada em primeiro lugar. E já vai entrar em campo ciente das possibilidades. O Timão joga às 19h30m, no Pacaembu, contra o lanterna América-MG, e não pode tropeçar. Além disso, o Fla é a única equipe invicta na competição e quer continuar assim. O time de Vanderlei Luxemburgo também tem outra missão: encerrar um tabu de sete jogos sem vencer a Raposa. A última foi em 2007.

Cruzeiro: Joel Santana, como de costume, não confirmou a equipe. A expectativa está por conta do aproveitamento do lateral Diego Renan, recuperado do estiramento na coxa esquerda. Ele pode atuar tanto na esquerda quanto na direita. O provável time deverá ser formado por Fábio; Diego Renan (Gil Bahia), Gil, Naldo e Gilberto; Leandro Guerreiro, Marquinhos Paraná, Fabrício e Montillo; Wallyson e Ortigoza.

Flamengo: Luxa não pode contar com o zagueiro Welinton e com o volante Willians, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Na defesa, David Braz será o substituto. No meio, o treinador pode recuar Renato para a função de segundo volante e lançar Bottinelli na armação. Outra alternativa é fazer uma troca simples: Fierro ou Muralha na vaga do Pitbull. Nas demais posições, todos os titulares estão à disposição. A escalação provável: Felipe; Léo Moura, David Braz, Ronaldo Angelim e Junior Cesar; Airton, Renato, Bottinelli (Fierro), Thiago Neves; Ronaldinho e Deivid.

Cruzeiro: o meia Roger, com dores no tornozelo esquerdo, foi vetado para a partida. O zagueiro uruguaio Victorino, com estiramento na coxa esquerda, também está fora. O atacante Thiago Ribeiro, em fase final de recuperação da tendinite na perna esquerda, continua sem jogar.

Flamengo: além de Welinton e Willians, o volante Luiz Antônio se recupera de uma luxação no ombro direito e não joga. O atacante Negueba e o lateral-direito Rafael Galhardo estão com a Seleção Brasileira sub-20.

Cruzeiro: Fábio, Fabrício, Gilberto, Everton, Montillo, Léo, Gil e Wallyson. Flamengo: Airton, Bottinelli e Ronaldo Angelim.

Cruzeiro: jogador que desequilibra na Raposa, Montillo sempre costuma dar sorte contra o Flamengo. Ficou conhecido no Brasil por ajudar a eliminar o Rubro-Negro da Libertadores do ano passado, pela Universidad de Chile. É o artilheiro do time no Brasileiro, com seis gols.

Flamengo: juntos eles fizeram metade dos 26 gols do time no Brasileiro. Se o Flamengo tem o melhor ataque da competição, muito se deve ao desempenho de Ronaldinho e Thiago Neves. Na vitória por 5 a 4 sobre o Santos, R10 fez três gols e o camisa 7 um. Nos 2 a 0 sobre o Grêmio, Ronaldinho deu o passe para Thiago marcar e fez o segundo. O Gaúcho tem nove no campeonato e é o artilheiro isolado. O meia fez quatro até aqui. Nas assistências, Thiago Neves leva vantagem: quatro contra três.

Joel Santana, técnico do Cruzeiro: “É um jogo diferente, né? Você jogar contra uma equipe invicta no campeonato, onde existe uma história muito grande entre os dois clubes. É um jogo de casa cheia, o Flamengo vindo com Ronaldo, a gente vindo com o Montillo. Enfim, é um jogo que todos gostam de ver pela história que têm Cruzeiro e Flamengo”.

Thiago Neves, meia do Flamengo: “Quando jogam contra o Flamengo, todos querem ganhar. Não é só porque estamos invictos. Todo mundo tem que dar uma pancada. Mas não vai ser fácil vencer o Flamengo. Os times vão ter que se empenhar, vão ter que sofrer, como o Vanderlei sempre diz. Nós sofremos e os times vão ter de sofrer para ganhar da gente. Não podemos nos acomodar. Vencemos o Santos lá daquele jeito, o Grêmio aqui, mas não dá para achar que qualquer time tira ponto do Cruzeiro. Tem muito campeonato pela frente."

* Quem venceu mais? Confira o histórico do confronto na Futpédia. * Cruzeiro e Flamengo se enfrentaram 44 vezes pelo Campeonato Brasileiro, desde 1967. Foram 20 vitórias do time mineiro, 11 empates e 13 vitórias do Flamengo. O Cruzeiro marcou 56 gols e a equipe carioca 50.

* Os dois clubes decidiram a Copa do Brasil de 2003. Na primeira partida, no dia 8 de junho de 2003, no Maracanã, houve empate por 1 a 1, com gols de Alex, para o Cruzeiro, e Fernando Baiano, para o Flamengo. No jogo de volta, no Mineirão, no dia 11 de junho de 2003, o Cruzeiro venceu por 3 a 1, com gols de Deivid, Aristizábal e Luisão para o Cruzeiro e Fernando Baiano para o Flamengo, e ficou pela quarta vez com o título da competição.

* Cruzeiro e Flamengo se enfrentarão pela primeira vez na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, onde a Raposa tem excelente retrospecto. Disputou 30 jogos, com 21 vitórias, cinco empates e quatro derrotas. A Raposa marcou 73 gols e sofreu 23.

Os dois times se enfrentaram pela última vez em novembro do ano passado. Em Volta Redonda, Roger e Thiago Ribeiro fizeram os gols da virada cruzeirense sobre o Rubro-Negro, por 2 a 1. Diego Maurício abriu o placar para o time da casa. Após o final da partida, o Flamengo, que lutava contra o rebaixamento, teve confirmada sua manutenção na Série A devido à combinação de resultados da rodada.          

veja também