MENU

Fora do G-4, Palmeiras agora se preocupa com distância para líderes

Fora do G-4, Palmeiras agora se preocupa com distância para líderes

Atualizado: Segunda-feira, 15 Agosto de 2011 as 1:31

Felipão lamenta momento instável da equipe, que 

não consegue avançar (Foto: Agência Estado)

  O Palmeiras estava firme no G-4 do Campeonato Brasileiro, mas os recentes tropeços derrubaram o time do técnico Luiz Felipe Scolari para a sexta posição na tabela. Depois da derrota por 1 a 0 para o Vasco, no último domingo, em São Januário, o Verdão ficou com 27 pontos, a sete de distância dos líderes Flamengo e Corinthians. A desvantagem já preocupa Felipão, que viu sua equipe estacionar nas últimas rodadas.

- Estamos nos distanciando cada vez mais dos primeiros colocados. Contra o Vasco, tínhamos de novo a possibilidade de chegar um pouquinho mais perto e não aproveitamos. Estamos naquela situação de um empate, uma derrota, e não andamos para frente - lamentou o comandante.

Na última rodada, Corinthians e Flamengo empataram com Ceará e Figueirense, respectivamente. Uma vitória em São Januário colocaria o Palmeiras a quatro pontos da liderança. O goleiro Deola, que substituiu o poupado Marcos, preferiu não pensar nos resultados dos concorrentes à taça.

- Não podemos ficar pensando nos outros. Era um jogo importante de vencer porque o Vasco já está na Libertadores e vai tirar pontos de muita gente. Tivemos chances, mas o resultado não veio e temos de recuperar de alguma forma - avisou Deola.

A oportunidade para reação vem na quinta-feira, quando o Palmeiras enfrenta o Bahia, às 21h (de Brasília), no Canindé. Depois disso, o time tem dois clássicos pelo Brasileirão (São Paulo e Corinthians), mais o jogo de volta da fase inicial da Sul-Americana, contra o Vasco. Felipão considera a sequência decisiva para as pretensões do time na temporada.

- Temos o Bahia na quinta, depois um clássico, depois o Vasco... Quer dizer, temos de mudar logo. Se continuarmos jogando bem e não ganhando, quando respirarmos já estaremos em décimo segundo na tabela - disse o técnico.            

veja também