MENU

Forte disputa por equipes no Troféu Brasil de Atletismo

Forte disputa por equipes no Troféu Brasil de Atletismo

Atualizado: Quarta-feira, 2 Julho de 2008 as 12

Forte disputa por equipes no Troféu Brasil de Atletismo

A edição deste ano do Troféu Brasil Caixa de Atletismo, encerrado em São Paulo, no último domingo, dia 29 de junho, apresentou uma disputa como há muito não se via. Tradicional competição por equipes, criada em 1945, o TB tem entre seus campeões alguns dos mais populares clubes do País, como o São Paulo FC, primeiro a levantar a taça. Nos últimos seis antes - entre 2002 e 2007 - o título foi conquistado pela BM&F, que este ano passou a se denominar BM&FBOVESPA - após a fusão das duas principais Bolsas nacionais.

A novidade, em 2008, foi o fortalecimento da equipe da REDE ATLETISMO, patrocinada pelo Grupo Rede, empresa que atua na área de distribuição de energia elétrica e atende 4 milhões de domicílios em vários estados. A equipe, que tem sua base em Bragança Paulista (SP), já vinha competindo nos eventos nacionais. Este ano, porém, foi amplamente reforçada, a ponto de vencer o torneio masculino no TB Caixa, com 325 pontos, contra 283 da BM&FBOVESPA. O clube de São Caetano, na Grande São Paulo, por sua vez, foi o melhor no feminino, com 498,5 pontos, contra 197,5 da REDE ATLETISMO.

A equipe de Bragança Paulista está construindo um complexo de treinamento e competições de altíssimo nível. As obras incluem uma pista de primeira linha, arquibancadas cobertas, áreas de treinamento ao ar livre e coberta, salas de musculação, entre outras instalações. A inauguração da pista deve acontecer no segundo semestre e o complexo receberá, em 2009, o Centro de Alto Nível da IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo) para a América do Sul.

Na REDE ATLETISMO estão nomes certos na equipe que representará o Brasil no torneio de atletismo dos Jogos Olímpicos de Pequim (de 15 a 23 de agosto próximo). Caso dos velocistas Vicente Lenilson, José Carlos Moreira e Bruno Lins de Barros, que também integrarão o 4x100 m nacional, candidato ao pódio na capital chinesa. No TB Caixa, Lenilson venceu os 100 m e a equipe foi campeã do 4x100 m.

Já a BM&FBOVESPA conta com nomes naturalmente candidatos a uma medalha olímpica, como Maurren Maggi, ganhadora do TB Caixa com 6,99 m, recorde do torneio, e Fabiana Murer, que marcou 4,80 m e estabeleceu novo recorde sul-americano do salto com vara.

"Foi muito bom ver uma disputa forte pelo título em nossa principal competição por equipes", comemorou Roberto Gesta de Melo, presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). "Certamente isto animará os responsáveis por outros clubes, que também buscarão as primeiras posições nos próximos anos", ajuntou Gesta.

O TB Caixa este ano marcou a aparição entre os cinco primeiros do EC PINHEIROS (SP), antigo campeão do evento. O clube contou com o reforço de Jadel Gregório, ganhador do salto triplo com 17,28 m, sua melhor marca em 2008. Na classificação a equipe ficou em 5º lugar com 101 pontos.

O ULBRA SUZANO (SP), que tem Fabiano Peçanha, ganhador dos 800 m, ficou em 3º lugar, com 187 pontos, seguida do SANTA MÔNICA (RJ), que somou 122 pontos e teve entre as atrações a campeã dos 200 m, Evelyn dos Santos. O LONDRINA CAIXA (PR) foi a 6ª no geral com 78,5 pontos e a 5ª no feminino, com 61,5.

Participaram, no total, 738 atletas de 104 clubes de 17 estados e do Distrito Federal, além de 12 atletas estrangeiros, convidados pela CBAt. Das equipes participantes, 56 colocaram atletas entre os oito primeiros e entraram na pontuação geral. Já 29 clubes colocaram atletas no pódio, sendo que 14 tiveram atletas campeões. A BM&FBOVESPA conquistou 26 títulos no total e foi a melhor no feminino, com 20 medalhas de ouro. A REDE ATLETISMO foi a 1ª no masculino com 14 títulos e a segunda no geral, com 15 campeões.

veja também