MENU

Fred recebe com tristeza fim da "paradona"

Fred recebe com tristeza fim da "paradona"

Atualizado: Sexta-feira, 21 Maio de 2010 as 3:28

Alívio para os goleiros, fim da moleza para os cobradores e tristeza para um artilheiro. Adepto confesso e apaixonado da paradinha, Fred recebeu com pesar a notícia de que não poderá mais ludibriar os arqueiros adversários com sua já famosa "paradona" a partir do mês que vem.

Prestes a retornar ao time do Fluminense após se recuperar de uma cirurgia de apendicite, neste domingo, contra o Corinthians, o atacante lamentou a decisão da Fifa e fez um apelo para que as “trapaceadas” dos goleiros sejam coibidas com o mesmo rigor.

- Fiquei triste, né, cara? Foi complicada essa decisão aí. Eu usava bem, era algo que me ajudava. Agora, vamos torcer para o árbitro ficar de olho nos goleiros que se adiantam. Ou mandam voltar, ou dão o cartão amarelo também. Proibiram a paradinha, mas eles dão um, dois passos para frente e acabam deixando o gol pequeno. De qualquer maneira, vamos nos adaptar e começar a bater normal.

Apesar da preocupação em descobrir uma nova forma eficiente de cobrar penalidades máximas, Fred encarou a situação com bom humor e admitiu um certo exagero nas "paradonas" brasileiras.

- Depois que coloca o pé de apoio ao lado da bola, tem que bater. Se bem que antes os jogadores paravam, pediam um suco, um café, esperavam o goleiro cair e só depois faziam o gol (risos).

Após desfalcar o Fluminense por quatro partidas, Fred entra em campo neste domingo, às 16h (de Brasília), para encarar o Corinthians, no Pacaembu, pela terceira rodada do Brasileirão.

Por Cahê Mota

veja também