MENU

Ganso e Neymar na Seleção... em SP

Ganso e Neymar na Seleção... em SP

Atualizado: Terça-feira, 4 Maio de 2010 as 7:17

Não poderia ser diferente. O time que vem encantando a todos no futebol brasileiro dominou a seleção do Campeonato Paulista. Em festa realizada na noite desta segunda-feira, em uma casa noturna localizada na Zona Sul de São Paulo, seis jogadores do Santos, campeão paulista de 2010, subiram ao palco para receber prêmios. Wesley (melhor lateral), Edu Dracena (melhor zagueiro), Arouca (melhor volante), Paulo Henrique Ganso (melhor meia), além de Robinho e Neymar eleitos melhores atacantes. O caçula alvinegro ainda faturou o prêmio de Craque do Paulistão.

Os Meninos da Vila esbanjaram irreverência na hora de receber a taça de campeões estaduais. Chamados ao palco um a um, Ganso, Robinho, Neymar, que também foi eleito o craque da competição, e André recusaram o convite individual e só subiram quando foram convocados juntos. Depois, já com suas medalhas no peito, poses para fotos e uma premiação extra. Robinho e Neymar foram ao microfone e anunciaram o vencedor do Troféu Nei Paraíba, organizado pelo Globo Esporte SP, para eleger o jogador mais bonito da competição. Deu Peixe de novo: o santista Zé Eduardo.

Festa é com eles. Durante o evento, sentados à mesma mesa, Robinho e Neymar atormentaram os companheiros de equipe com brincadeiras. Deram petelecos, contaram piadas e mostraram a sintonia que todos já conhecem dentro de campo. Mas os atletas mal tiveram tempo para jantar, tamanho o assédio dos fãs. O atacante André, esbanjando bom humor, disse que o time tem de mais é de aproveitar o momento.

''Somos campeões, e isso ninguém tira da gente. É ótimo chegar aqui e ver que todos estão felizes com o que o Santos conseguiu. Tomara que possamos continuar brigando pelo título da Copa do Brasil. Agora que conquistamos o primeiro, não queremos parar mais'', afirmou o camisa 9 do Peixe.

A seleção do campeonato ainda teve a presença do goleiro Julio César (Santo André), do zagueiro Miranda (São Paulo), do lateral-esquerdo Roberto Carlos (Corinthians), do volante Marcos Assunção (que estava no Grêmio Prudente e hoje defende o Palmeiras), além do atacante Rodriguinho (Santo André).

O São Paulo, como de costume, não mandou nenhum representante para a festa e não fez a menor questão de esconder que está rompido com a Federação Paulista de Futebol. Pelo Corinthians, esteve presente o presidente Andres Sanches. Pelo Palmeiras, o vice-presidente Gilberto Cipullo e o diretor de futebol, Seraphim del Grande, representaram o presidente Luiz Gonzaga Belluzzo.

Foto: Globo Esporte

veja também