MENU

Garotada vence Equador e coloca uma mão e meia na vaga olímpica

Garotada vence Equador e coloca uma mão e meia na vaga olímpica

Atualizado: Quinta-feira, 10 Fevereiro de 2011 as 8:10

Com Neymar na tribuna de honra do Estádio Universidad Nacional San Agustín, em Arequipa (Peru), a Seleção Brasileira sub-20 deu um passo importante para conseguir a vaga nas Olimpíadas de 2012, em Londres. Na madrugada desta quinta-feira, o time comandado por Ney Franco venceu o Equador por 1 a 0, na penúltima rodada do hexagonal final do Sul-Americano. O gol foi marcado por Casemiro e garantiu o Brasil no Mundial Sub-20, que será disputado neste ano na Colômbia.

A Seleção Brasileira só perderá a vaga caso a Argentina consiga um "milagre". A Celeste, já classificada para Londres, lidera com dez pontos. O Brasil vem em seguida com nove (seis gols de saldo), enquanto os hermanos somam seis e têm zero no saldo de gols. Assim, para tirar o time de Ney Franco das Olimpíadas, a Argentina tem que vencer a Colômbia e torcer por derrota dos brasileiros para o Uruguai em uma combinação que faça o saldo dos argentinos superar o brasileiro.

Durante a partida, Neymar ainda deu força aos companheiros no Twitter, microblog da internet. Ao lado de Juan, suspenso, o craque da sub-20 sofreu nos minutos finais com a pressão do Equador em busca do empate.

- Vamos que vamos, Brasil – postou o jogador.

A Argentina ocupa a terceira colocação na competição, com seis pontos. O Equador seguiu em quarto, com cinco. O Chile, que ainda sonha com o Mundial, tem três, e a Colômbia somou apenas um.

Casemiro marca, mas Brasil cansa de perder chances na etapa inicial

Mesmo sem contar com Neymar, suspenso, o Brasil começou melhor a partida impondo o ritmo de jogo. Não demorou a equipe abrir o marcador. Aos sete minutos. Oscar cobrou falta da intermediária, a defesa rival tentou fazer a linha de impedimento e Casemiro apareceu livre na pequena área para escorar de cabeça: 1 a 0. Na comemoração, a garotada ficou pulando em um pé só. Tudo para homenagear o zagueiro Bruno Uvini, que sofreu uma fratura na fíbula de perna direita e retornou ao país nesta quarta-feira.

O Brasil seguiu melhor e quase marcou o segundo aos nove. Diego Maurício recebeu ótimo passe de Lucas e ficou de frente para o goleiro Jaramillo. O atacante soltou a bomba e a bola passou à esquerda do gol do Equador. Após o lance, a equipe comanda por Sixto Vizuete passou a assustar o time canarinho.

Aos 11, Oña recebeu lançamento em profundidade, entrou na área e tocou na saída de Gabriel. Em cima da linha, Danilo afastou o perigo. Um minuto depois, Gaibor soltou a bomba e a bola passou à esquerda do goleiro brasileiro, que se esticou todo, mas não viu a cor da bola.

A partir dos lances do Equador, o jogo ficou mais cadenciado. Mesmo assim, o Brasil chegava perto e estava mais próximo de marcar o segundo do que de levar o empate. Aos 26, Lucas fez fila na defesa rival, entrou na área e chutou em cima do goleiro Jaramillo.Um minuto depois, mais um gol perdido por Diego Maurício. O atacante recebeu dentro da área e finalizou em cima do arqueiro equatoriano.

Faltando dez minutos para terminar a etapa inicial, Romário fez falta no meio-campo em Montaño e foi advertido pelo árbitro. O jogador está fora da partida diante dos uruguaios, no próximo sábado, no Universidad Nacional San Agustín.

Brasil segura a vitória e coloca mão na vaga olímpica

O segundo tempo começou a etapa inicial. Com o Brasil pressionando e o Equador buscando os contra-ataques. Mas foi o time canarinho quem quase marcou mais um. Aos quatro, em jogada semelhante ao do primeiro gol, Oscar cobrou falta da esquerda na cabeça de Casemiro. O volante testou e o goleiro fez uma linda defesa. No rebote, Danilo dominou com a mão e o lance foi anulado.

O Equador teve a chance mais clara de empatar o jogo aos 15. Ibarra cruzou da direita para Gaibor. O meia testou de cabeça e a bola passou triscando da baliza de Gabriel. Dois minutos depois, Lucas quase marcou um golaço. O apoiador fez fila na defesa do Equador, entrou na área e chutou prensado com Jaramillo, que fez a defesa.

O jogo seguiu aberto, com possibilidade de gol para ambos os lados. Aos 21, Caicedo passou por Danilo e Saimon e chegou à linha de fundo. O atacante cruzou para Montaño na marca do pênalti, que finalizou de primeira. A bola estourou em Romário, bem colocado. Quase o empate do Equador. No minuto seguinte, Henrique deu um corte no zagueiro da esquerda para o meio da área e soltou a bomba. A bola passou à esquerda de Jaramillo, que se esticou todo e não achou nada.

O goleiro Gabriel ainda fez mais uma defesa importante aos 34 minutos. Montaño recebeu na entrada da área, girou sobre um zagueiro e soltou a bomba. O arqueiro brasileiro salvou a Seleção com as pernar.

Por: Márcio Iannacca

veja também