MENU

Geninho entrega o cargo e não é mais treinador do Sport

Geninho entrega o cargo e não é mais treinador do Sport

Atualizado: Segunda-feira, 7 Fevereiro de 2011 as 9:08

O técnico Geninho não resistiu à sequência de resultados ruins do Sport no Campeonato Pernambucano e entregou o cargo após a derrota por 2 a 0 para o Santa Cruz, na tarde deste domingo, no Arruda. A diretoria do Leão condordou com a atitude tomada pelo treinador e confirmou a saída. Segundo Geninho, o fato de o time rubro-negro estar a quatro pontos do G-4 e a sete do líder Santa pesou na decisão. Foi a terceira derrota do Sport no Estadual, onde o time ocupa a sexta posição.

- Tenho consciência do trabalho que faço, procuro me doar. Só que, infelizmente, eu vivo de resultados e não permaneço no lugar se acho que não estou sendo útil. Acho que o Sport vive um momento que precisa de mudanças, e achei melhor tomar a iniciativa, porque tenho uma boa relação com a diretoria e, de repente, eles ficariam meio temerosos em tomar a iniciativa - disse ele.

O treinador lamentou a decisão e pediu desculpas pela falta de resultados.

- Chega uma hora que alguém tem que tomar a decisão, caso contrário, fica tarde. Gosto demais do Sport e do Recife, sinto muito não ter correspondido a expectativa da diretoria e peço desculpa. Peço desculpa também à torcida, mas infelizmente, é assim. Se o futebol não acompanha o trabalho não tem por que ficar insistindo.

Geninho explicou ainda que a situação do Sport não é crítica e que uma mudança de comando pode devolver o time a briga pelo título.

- O grupo é bom, e o Sport tem total condição de disputar o titulo. De repente, vem um outro profissional com uma nova maneira de trabalha, e as coisas mudam. Nossa situação não é crítica e estamos a poucos pontos do G-4 - finalizou.

O vice-presidente de futebol do clube, Severino Otávio, o Branquinho, confirmou que a diretoria rubro-negra aceitou o pedido.

- Tivemos uma conversa com Geninho após o jogo, e ele entendeu que o momento é tentar alguma coisa para motivar o grupo. Nós ponderamos que não é bom trocar de treinador em plena competição, mas quando as coisas não estão dando certo, temos que mexer. Para isso, mudamos comissão técnica e jogadores. Só não pode sair o presidente, mas de resto sai tudo mundo para o Sport prosseguir e motivar ainda mais esse grupo - explicou.

Branquinho disse ainda que não há nomes, mas que a pretensão é anunciar o substituto de Geninho o mais rápido possível.

- Não estávamos pensando nisso e não trabalhamos com a derrota do Sport, mas com a vitória. Não trabalhamos para substituir Geninho e só a partir desse momento é que vamos pensar no substituto.

veja também