MENU

Glórias e desilusões de Romário após a aposentadoria

Glórias e desilusões de Romário após a aposentadoria

Atualizado: Segunda-feira, 14 Dezembro de 2009 as 12

A aposentadoria de Romário não significou que o Baixinho deixou de ser destaque nos noticiários. O Baixinho se envolveu em escândalos por não pagar pensão à ex-mulher, teve apartamento leiloado e acumulou dívidas milionárias.

Para quebrar essa maré de más notícias, Romário deu uma pausa em sua aposentadoria e voltou aos gramados pelo América-RJ. O jogador realizou um sonho do pai, falecido em 2008.

Confira cinco alegrias e tristezas na vida de Romário desde que ele pendurou as chuteiras, em abril de 2008:

1) Pensão da ex-mulher

O atacante foi preso no dia 14 de julho deste ano pelo não pagamento de três meses de pensão alimentícia. Romário devia cerca de R$ 89 mil à ex-mulher, Monica Santoro, com quem teve dois filhos (Romarinho e Moniquinha). O ex-jogador ficou detido por 22 horas e foi solto após apresentar comprovantes de pagamento. O Baixinho já havia sido preso por seis horas pelo mesmo motivo em 2004.

2) Apartamento leiloado

As dívidas do atacante levaram a Justiça a leiloar o apartamento mais valioso do Baixinho em julho deste ano. O ex-craque foi condenado a pagar R$ 5,5 milhões a um casal do mesmo prédio. Ele também deve R$ 2 milhões de condomínio e mais R$ 1 milhão de IPTU. A cobertura no bairro da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, com 776 metros quadrados, foi avaliada em R$ 9 milhões. Contudo, nenhum comprador fez propostas pelo imóvel.

Um novo leilão será marcado e o apartamento poderá ser negociado pela metade do valor. Quatro carrões, entre eles uma Ferrari e uma Porsche, estão penhorados e também podem ser vendidos.

3) Polêmica com Zagallo

A caricatura de Zagallo sentado em um vaso sanitário com as calças abaixadas estampada em um bar de Romário desagradou ao ex-técnico da seleção brasileira. O Baixinho se recusou a retirar o desenho e acumulou R$ 1 milhão em dívidas para indenizar o Velho Lobo. Para garantir o pagamento, a Justiça penhorou vários bens do ex-atleta.

4) Sonho do pai realizado

A volta de Romário aos gramados aconteceu no último dia 25. O Baixinho entrou em campo pelo América-RJ aos 23min do segundo tempo na partida contra o Artsul. Mesmo sem fazer gol, o atacante comemorou o título da Série B do Campeonato Carioca. O retorno ao futebol ocorreu para realizar o sonho do pai Edevair de Souza Faria, torcedor do clube.

5) Sonegação fiscal

O mais recente capítulo do endividamento de Romário é sua condenação por sonegação fiscal. O jogador foi multado em R$ 391 mil por não pagar o Imposto de Renda relativo a 1996, quando jogava pelo Flamengo, corretamente. O Baixinho também foi condenado a dois anos e meio de serviços comunitários, mas poderá recorrer da decisão.

veja também