MENU

Goiás enfrenta dificuldades para renovar com jovens revelações

Goiás enfrenta dificuldades para renovar com jovens revelações

Atualizado: Terça-feira, 1 Março de 2011 as 10:21

No último domingo, na vitória por 2 a 1 sobre o Vila Nova, um dos destaques do Goiás foi o meia Felipe Amorim, de apenas 20 anos. Para tentar manter a jovem revelação e evitar o assédio de outros clubes, o Esmeraldino iniciou conversas para renovar o contrato do jogador, que se encerra no fim deste ano. Porém, a negociação não foi para a frente. O empresário do atleta considerou baixa a oferta alviverde.

Já o atacante Assuério, de 18 anos, vive situação ainda mais complicada. O jogador chegou a acertar a renovação na semana passada. No entanto, segundo o Goiás, Assuério pediu, no momento da assinatura, o dobro do valor acertado para o salário e 30% dos direitos econômicos para o empresário - antes, não havia representante, e o pai do jogador o acompanhou, de acordo com o clube.

- Não tem desespero. Todos eles já sabem o pensamento do Goiás. O Assuério acertou com o presidente (Hailé Pinheiro) e depois pediu o dobro do que havia acertado e mais os 30%" - afirmou Edmo Mendonça Pinheiro, sobrinho do presidente e um dos responsáveis pelas contratações no clube.

Sem reforços

Ainda segundo Edmo Mendonça Pinheiro, é provável que o Goiás não traga mais reforços antes do fim do Campeonato Goiano. A diretoria contratou cinco jogadores até agora, além de Wallinson, que faz testes e foi relacionado nos dois últimos jogos.

- Só depois dos regionais. Quando acabar o Paulista, o Mineiro, o Gaúcho e o próprio Goiano, muitos vão ficar sem calendário - prevê o dirigente.

O que pode fazer o clube mudar de ideia é a Copa do Brasil. O Goiás fará jogos pela segunda fase a partir da segunda metade deste mês. Se avançar, disputará as oitavas e as quartas-de-final a partir da segunda quinzena de abril.    

veja também