MENU

Gomes estreia com pé direito, e Vasco vence a primeira no Carioca

Gomes estreia com pé direito, e Vasco vence a primeira no Carioca

Atualizado: Segunda-feira, 7 Fevereiro de 2011 as 8:42

A espera terminou. Depois de cinco rodadas de resultados ruins e muito sofrimento, o Vasco fez 3 a 0 no Americano, neste domingo, em São Januário, e conseguiu a primeira vitória no Campeonato Carioca. Estreia com o pé direito para o técnico Ricardo Gomes. Os gols foram marcados por Marcel, Dedé e Jeferson. Os 1171 torcedores que compraram ingresso deixaram o estádio mais animados com o futuro. E gritaram "O campeão voltou".

Agora, a equipe da Colina tem quatro pontos e está na quinta colocação, sem chance de classificação para a semifinal da Taça Guanabara. O Americano agora é o lanterna com dois pontos.

Marcel faz o gol e dá alívio aos vascaínos

Ajudado pela pequena ameaça ofensiva do Americano, o Vasco começou bem a partida e foi logo tomando conta do jogo. Com boa movimentação pelos dois lados do campo, o time não demorou a levar perigo para o goleiro adversário. A primeira boa chance aconteceu logo no início do jogo, quando Caíque deu ótimo lançamento para Eder Luis, que, de cara para o gol, finalizou mal e desperdiçou a oportunidade. Fagner, em uma cobrança de falta e em um chute cruzado de fora da área, também assustou.

O caminho para o Vasco era pelas laterais. Foi assim que Marcel quase marcou após cruzamento de Jeferson pela esquerda. O camisa 9, no entanto, mandou a bola rente à trave direita. O atacante estava em um bom dia. Aos 24 minutos, ele deu uma cabeçada após cruzamento na área e obrigou o goleiro a se virar para fazer a defesa.

Para alívio da pequena torcida vascaína em São Januário, a pressão fez efeito e o gol saiu antes do fim do primeiro tempo. Aos 35 minutos, Ramon cruzou na medida para Marcel, que, sozinho, mandou de cabeça para o fundo da rede: 1 a 0. Na comemoração, o atacante correu para o banco de reservas e deu um abraço no estreante Ricardo Gomes. A torcida gritou o nome de Ramon e fez as pazes com o lateral, que não vinha tendo boas atuações e era alvo de vaias.

Vasco mantém a pegada e amplia com Dedé e Jeferson

Na volta do vestiário, o técnico Ricardo Gomes colocou Felipe no lugar de Caíque. O camisa 6 estava afastado desde a derrota por 3 a 1 para o Boavista. A alteração não fez cair o ritmo do time, que seguiu dominando amplamente o jogo. E as chances apareceram nos primeiros minutos. Após uma boa triangulação entre Felipe, Eder Luis e Marcel, o camisa 9 chutou de perna esquerda e Jeferson defendeu.

Mas o segundo gol não demoraria muito a sair. Aos oito minutos, Jeferson cobrou escanteio da esquerda na medida para Dedé, que subiu mais do que todos e acertou uma bela cabeçada: 2 a 0. O zagueiro e xodó foi ovacionado pelos torcedores em São Januário. O que estava bom podia ficar ainda melhor para o Vasco, não fosse o azar de Felipe. O meia recebeu lindo passe de Jeferson e ficou de cara para o gol, mas perdeu tempo ao driblar o zagueiro e acertou a trave.

Aos 25 minutos, Eduardo Costa fez falta dentro da área e o árbitro assinalou o pênalti. Felipe cobrou no meio, e Fernando Prass conseguiu fazer a defesa. Aos 34 minutos, o gol para garantir a primeira alegria vascaína no ano. Em um belo chute cruzado de Jeferson dentro da área, o placar foi fechado em 3 a 0.

No próximo domingo, às 17h (de Brasília), na última rodada da fase de classificação, o Vasco vai até Macaé enfrentar o América. No mesmo dia e no mesmo horário, o Americano recebe o Volta Redonda no Godofredo Cruz.

Por: Fred Huber

veja também