MENU

Gomes responde bem ao primeiro dia fora do CTI e inicia dieta oral

Gomes responde bem ao primeiro dia fora do CTI e inicia dieta oral

Atualizado: Terça-feira, 13 Setembro de 2011 as 3:05

O técnico Ricardo Gomes completou 24 horas em quarto privativo e sua evolução permanece constante. Ele não teve qualquer tipo de alteração clínica ou neurológica e segue lúcido, respirando de maneira espontânea e interagindo com familiares e demais visitantes. A grande novidade é que a sonda de nutrição foi retirada de maneira completa e ele passa a iniciar a dieta oral.

O comandante vascaíno ficou 15 dias internado no CTI. Os médicos não firmam uma data precisa, mas a previsão é de que em aproximadamente duas semanas ele possa ter alta do hospital e continuar a recuperação em casa. Neste meio tempo, são realizadas sessões de fisioterapia e fonoaudiologia para amenizar possíveis sequelas.

Entenda o caso

Ricardo Gomes sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) no segundo tempo do clássico entre Flamengo e Vasco, no domingo, dia 28 de agosto, no Engenhão. Foi levado inicialmente para o centro médico do estádio e, em seguida, encaminhado para o Hospital Pasteur, na Zona Norte do Rio de Janeiro, onde foi submetido a uma cirurgia que durou cerca de três horas e meia. A hemorragia no cérebro em decorrência do AVC sofrido pelo treinador foi estancada, e a circulação, restabelecida.

No ano passado, quando ainda comandava o São Paulo, Ricardo Gomes teve uma vasculite, considerada um pequeno AVC, e precisou ficar internado após o clássico contra o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista. No entanto, o médico do Vasco Clóvis Munhoz assegura que o problema não é relacionado com o enfrentado pelo treinador na outra ocasião.          

veja também