MENU

Gomes tem novas opções táticas no São Paulo "ideal"

Gomes tem novas opções táticas no São Paulo "ideal"

Atualizado: Terça-feira, 2 Março de 2010 as 12

Ricardo Gomes avalia que a goleada imposta sobre o Monte Azul, 5 a 1, deixou ótimas impressões, mas adianta que o São Paulo ainda pode render muito mais. Encantado com as estreias de Fernandinho e Alex Silva, o treinador diz ter ganhado novas opções táticas e crê que o time está próximo do ideal para a Libertadores.

Sem entrar em detalhes da formação ue planeja, Ricardo Gomes entende que o primordial é montar um elenco sem pontos fracos. "O ‘tempo’ mostrará o melhor esquema tático", frisa.

"Se você for analisar, é muita gente disputando posição. Por enquanto estamos apenas com um desenho de coisa forte. Mas o fundamental é ser forte nas três linhas. Não pode ter ponto fraco. Time que não tem ponto fraco na Libertadores pode se dar bem", comenta.

O triunfo na Arena Barueri possibilitou o estudo de duas novas opções táticas. Gomes cogita adotar um 4-4-2 "europeu", com Alex Silva atuando de lateral e Cicinho na função de "ala quase ponta".

Outra possibilidade é o 4-3-3, com Fernandinho, Washington e Dagoberto no ataque.

O São Paulo atua normalmente com dois atacantes, variando os esquemas 3-5-2 e 4-4-2. A extraordinária performance de Fernandinho contra o Monte Azul, quatro gols em 41 minutos, gerou uma nova interrogação na mente de Ricardo Gomes.

A entrada de Fernandinho no time titular implica em mudanças no padrão tático. Com Fernandinho, o time passaria para o 4-3-3.

"Já atuamos no 4-3-3, com o Dagoberto, Marcelinho Paraíba e Washington. Tudo é possível. Ou então Fernandinho e Dagoberto lado a lado, com meio mais povoado. O mais importante é ter um time base com suas variantes", minimiza Gomes.

Com uma vitória e uma derrota na Libertadores, o São Paulo, 2º colocado do grupo 2, volta a atuar no dia 11, contra o Nacional, no Paraguai.

Por: Bruno Thadeu

veja também