MENU

Governo discute construção de novo autódromo no RJ

Governo discute construção de novo autódromo no RJ

Atualizado: Quarta-feira, 12 Maio de 2010 as 4:22

A cidade do Rio de Janeiro poderá ganhar em breve um novo autódromo internacional. O Ministério do Esporte se reuniu com a Prefeitura do Rio de Janeiro, a Secretaria de Alto Rendimento e a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) para discutir a construção do circuito, que seria localizado no bairro de Deodoro, região norte do município carioca.

Um novo autódromo deve ser construído para substituir o atual, de Jacarepaguá, que será desativado aos poucos para ceder o espaço físico para a construção do Parque Olímpico para os Jogos Rio-2016. A alternativa, então, seria a utilização da região do Complexo Esportivo Deodoro, erguido para os Jogos Pan-americanos Rio 2007, e que não vem sendo utilizado com a mesma frequência.

Na reunião, as partes decidiram dar início ao processo de providências para a construção. Será formado um grupo técnico com representantes das três partes para estudar o projeto da nova pista. O grupo terá prazo de dois meses para ouvir todas as partes interessadas, em especial o setor de automobilismo, e apresentar suas conclusões.

Os dois governos assumem o compromisso de compatibilizar o cronograma das obras do novo circuito em Deodoro com as obras do parque olímpico no autódromo de Jacarepaguá, de modo a não inviabilizar o calendário do automobilismo nacional.

A CBA se prontificou a ouvir as entidades do automobilismo para preparar o projeto técnico, de forma que o novo autódromo atenda a todos os requisitos do esporte. A Confederação vai oferecer aos governos todo o suporte técnico para o projeto de construção e buscar a homologação das entidades do setor.

Espaço não será destinado apenas ao automobilismo

Além do autódromo, o novo circuito deverá ter um kartódromo, espaços multiuso e áreas esportivas como quadras e ginásio. Prevê-se ainda a implantação de projetos sociais e escolinhas voltadas para o automobilismo. Para o presidente da CBA, Cleyton Pinteiro, essas medidas ampliarão as fronteiras do esporte a motor na cidade carioca.

''A solução atende ao anseio dos automobilistas de que o Rio de Janeiro tenha novamente um autódromo de padrão internacional. A partir da construção da nova pista, os grandes eventos automobilísticos mundiais poderão retornar ao Rio'', anseia o dirigente.

Já o secretário Ruy Cezar Miranda Reis, da Prefeitura do Rio, realçou que os governos vão viabilizar a construção do novo circuito, e a CBA cuidará da parte esportiva, de modo que o Rio volte a ter um autódromo capaz de receber provas internacionais de grande porte.

O secretário de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser, lembra que o governo federal sempre se colocou à disposição para ajudar a resolver a situação do autódromo internacional do Rio de Janeiro, que, em razão da escolha da cidade como sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, precisa ser remanejado para outra localização.

''A decisão de transferi-lo para Deodoro é benéfica ao automobilismo porque vai oferecer uma estrutura completamente nova, moderna, ampla, multifuncional, em uma região da cidade que caminha para se consolidar como um polo esportivo do Rio de Janeiro'', afirmou Leyser.

Em uma área próxima de onde ficará o novo autódromo está localizado o Complexo Esportivo de Deodoro, construído pelo governo federal para os Jogos Pan-americanos, que abriga centros de hipismo, tiro esportivo, pentatlo moderno, hóquei sobre grama e judô. No futuro ainda deverá ser construída uma pista de atletismo no padrão da IAAF.

Para os Jogos Rio 2016, em espaço adjacente ao atual complexo, será construído o Parque Radical dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, que vai comportar as modalidades de canoagem slalom, ciclismo BMX e mountain bike, além de quadras poliesportivas, campo de futebol, pistas de skate, parede de escalada indoor e acomodações para atividades físicas.

A ideia tem funamento: a região de Deodoro é a que possui maior índice de população jovem no município do Rio de Janeiro. O presidente da Federação de Automobilismo do Estado do Rio de Janeiro, Djalma Neves, também participou da importante reunião.

veja também