MENU

Governo gaúcho libera R$ 60 milhões de ICMS para Beira-Rio e Arena

Governo gaúcho libera R$ 60 milhões de ICMS para Beira-Rio e Arena

Atualizado: Sexta-feira, 15 Outubro de 2010 as 10:26

O governo gaúcho anunciou nesta quinta-feira a isenção da cobrança de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para a reformulação do Beira-Rio, estádio do Inter, e para a construção da Arena, nova casa do Grêmio. A renúncia fiscal chega a R$ 30 milhões para cada projeto e é válida para as sedes, para os centros de imprensa e para os estacionamentos dos estádios. O objetivo, segundo o Palácio Piratini, é viabilizar a Copa de 2014 em Porto Alegre.

A alteração do projeto de Lei foi aprovada pela Assembleia Legislativa em setembro. Nesta quinta, foi sancionada pela governadora Yeda Crusius.

- Somos parceiros, a partir da isenção de impostos, para que tanto Internacional como Grêmio possam desenvolver seus projetos. Reconhecemos a importância deste ato para a realização dos trabalhos, que ocorrem de maneira diferenciada do restante do Brasil. Mais adiante, isso significará muito mais do que o valor investido e as obras ficarão à disposição da sociedade por muitos anos – disse a governadora.

O Beira-Rio é o estádio escolhido para receber os jogos da Copa, e a Arena entra como suporte para espaço de treinamentos. Porém, o estádio colorado precisa passar pelas reformas exigidas pela Fifa, e o clube tem que apresentar garantias financeiras para as obras.

Na quarta-feira, o Comitê Organizador Local reprovou o projeto de reformas com recursos próprios do Inter, que precisará encontrar uma empresa parceira. Além disso, exigiu o rebaixamento do gramado do Beira-Rio, algo que o clube colorado considera inviável. Com isso, o Grêmio volta a ter esperanças de receber partidas do Mundial.

veja também