MENU

Grêmio bate o Votoraty, mas não elimina o jogo de volta

Grêmio bate o Votoraty, mas não elimina o jogo de volta

Atualizado: Quinta-feira, 18 Março de 2010 as 12

O Grêmio abriu vantagem, mas não conseguiu concretizar o objetivo que tinha na tarde desta quarta-feira, que era eliminar o jogo de volta. Apesar do péssimo estado do gramado do estádio Domenico Paolo Mitidieri, que dificultou que a bola rolasse com qualidade, a equipe comandada pelo técnico Silas venceu o Votoraty-SP por 1 a 0, na cidade de Votorantim, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Entretanto, como a vantagem mínima foi insuficiente, as duas equipes voltam a se enfrentar no dia 31 de março, no Olímpico, em Porto Alegre (reveja ao lado o único gol da partida). O Tricolor gaúcho venceu as últimas dez partidas disputadas.

Vale lembrar que na próxima partida o Grêmio tem a vantagem de poder empatar. Para o Votoraty, a não ser um triunfo pelo mesmo 1 a 0, que levaria a decisão para os pênaltis, qualquer vitória serve. Quem se classificar enfrentará na próxima fase o vencedor do duelo entre Avaí e Coritiba.

No próximo fim de semana os dois times voltarão suas atenções para os campeonatos estaduais. O Votoraty, que disputa a Série A-2, fará o clássico da região contra o São Bento. Já o Grêmio enfrentará o Ypiranga, pela quarta rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho.

Primeiro tempo equilibrado

O primeiro tempo teve duas etapas distintas. Na primeira, que durou 15 minutos, o Votoraty passeou em campo. O time surpreendeu o rival com a movimentação constante dos seus jogadores. Ninguém tinha posição fixa. Para complicar ainda mais para o Grêmio, o time da casa tinha três atacantes: Francis, Paulo Krauss e Anderson Santos. E a equipe gaúcha demorou para fazer a leitura da partida.

Aos oito minutos, o gol do time da casa não saiu por muito pouco. Carlos Magno cobrou falta pela direita, e Henrique cabeceou à esquerda de Victor, com muito perigo. Aos 13, Anderson Santos foi lançado pela esquerda, invadiu a área e só não marcou porque o goleiro gremista se antecipou, saiu do gol e fez a defesa (reveja ao lado a cabeçada de Henrique).

Com o passar do tempo, o ímpeto do Votoraty diminuiu. O time passou a errar muitos passes, e o Grêmio, que até então não havia conseguido passar do meio-campo, entendeu como a equipe paulista jogava e respirou em campo. Com mais qualidade técnica, os visitantes chegaram com perigo pela primeira vez aos 17, em chute de Adílson que acertou a zaga adversária. Quatro minutos depois, após cruzamento da esquerda de Fábio Santos, Alex bobeou na saída da área, mas, de carrinho, ainda conseguiu evitar o gol de Jonas.

Assista ao gol da partida:

Da metade do primeiro tempo para frente, o time gaúcho passou a dominar as ações. A marcação encaixou sobre as principais peças do Votoraty e não levou mais perigo até o fim da etapa inicial. O Grêmio assustou novamente aos 26, em chute cruzado do lateral-direito Edílson, que foi bem defendido pelo goleiro Alex.

Recomeço arrasador do Grêmio

Irritado com o desempenho do seu ataque, o técnico do Votoraty, Fernando Diniz, promoveu uma alteração no intervalo, sacando o apagado Paulo Krauss e colocando Marcos Dias no seu lugar. Mas a segunda etapa começou como acabou a primeira: com o Grêmio dominado e chegando fácil ao campo adversário.

E, aos seis minutos, a superioridade territorial transformou-se em vantagem no marcador. Edílson desceu pela direita e cruzou para William, que desviou de cabeça para a segunda trave. A bola sobrou limpa para Jonas, que de cabeça finalizou firme, no canto esquerdo de Alex, que nada pôde fazer. Festa da torcida gremista presente ao estádio em Votorantim. No lance seguinte, o mesmo Jonas disparou uma bomba de fora da área, e Alex espalmou.

O Votoraty sentiu o golpe. A torcida ainda tentou fazer a sua parte e empurrar o time, que não mostrava reação. Aos 13, o Grêmio chegou novamente com perigo. Maylson recebeu pela direita e bateu cruzado, de pé esquerdo. A bola raspou a trave direita adversária e saiu pela linha de fundo.

O jogo ganhou em emoção a partir dos 20 minutos. Isso porque o Votoraty acordou em campo e saiu para o jogo. Aos 21, Hélder deu passe açucarado para Anderson Santos, que, cara a cara com Victor, chutou em cima do goleiro gremista e perdeu a chance do empate (reveja o lance de ataque do Votoraty). Do lado gremista, Silas resolveu reforçar a marcação, sacando o meia Maylson e colocando o volante Fernando.

No seu primeiro lance na partida, Fernando teve a chance de marcar o segundo gol, o que decretaria a classificação direta do Grêmio. Aos 30, Adílson desceu pela esquerda e cruzou para a área. Henrique afastou errado, e a bola sobrou livre para Fernando, que, sem marcação, chutou errado e perdeu grande chance.

Nos 15 minutos finais, o Votoraty partiu para o tudo ou nada. Aos 32, após cobrança de falta, Anderson Santos cabeceou, e Victor defendeu. No minuto seguinte, Helder recebeu na entrada da área e chutou por cima do gol. Três minutos depois, Francis recebeu livre na área, pelo lado direito e, ao invés de cruzar para Marco Aurélio, que estava livre, preferiu chutar cruzado e mandou à direita do gol gremista.

Sentindo o crescimento do rival, Silas deu novo gás ao sistema de marcação, sacando Adílson e colocando William Magrão. Depois, tirou William e colocou Mithyuê. O Votoraty ainda pressionou, mas o Tricolor gaúcho, bem postado, segurou a pressão. E não marcou o segundo aos 44 por falta de sorte. Jonas recebeu e bateu de fora da área. A bola bateu na trave direita de Alex e correu perto da linha. Na volta, a zaga do Votoraty afastou a bola. Foi o último lance de perigo da partida.

Por: Marcelo Prado

veja também