MENU

Grêmio busca empate nos acréscimos com o Avaí no Olímpico

Grêmio busca empate nos acréscimos com o Avaí no Olímpico

Atualizado: Quinta-feira, 30 Junho de 2011 as 8:08

                                        Talvez tenham sido poucos aqueles que apostaram na coluna dois da partida entre Grêmio e Avaí na Loteria Esportiva. Assim como os jogadores do time catarinense não foram os mais requisitados pelos praticantes do Cartola FC. Mas o visitante desta noite de quarta-feira surpreendeu no Estádio Olímpico e quase venceu a partida: abriu 2 a 0 e criou outras boas chances. Mas o Grêmio buscou o empate no segundo tempo, marcando o segundo gol aos 48 minutos. Após a partida, o técnico Renato Gaúcho pediu demissão e disse a amigos que irá ao Olímpico na tarde desta quinta para se despedir dos jogadores.

O resultado pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro deixa o Grêmio - que marcou com Douglas, depois expulso, e Rafael Marques - com oito pontos, em 12º lugar. Gustavo Bastos e Robinho fizeram os gols dos visitantes, que somaram seu segundo ponto, deixando provisoriamente a lanterna, na 19ª posição.

Grêmio e Avaí voltam a jogar às 19h30m da próxima quarta-feira, dia 6 de julho. Na Arena do Jacaré, os tricolores gaúchos visitam o Cruzeiro, enquanto os catarinenses recebem o Bahia no Estádio da Ressacada.

Três marcados, apenas um válido

Lanterna até o início da rodada, o Avaí teve as pretensões defensivistas facilitadas pelo gol marcado logo aos quatro minutos do primeiro tempo. Alexandre Gallo distribuiu os jogadores em rígidas duas linhas de quatro, com um volante entre elas - Pedro Ken, exercendo marcação individual sobre Douglas. Um 4-1-4-1 planejado para contra-atacar.

Quando o zagueiro Gustavo Bastos completou de cabeça escanteio cobrado por Pedro Ken, após defesa de Marcelo Grohe, a estratégia catarinense se fez ainda mais oportuna. Perdendo desde cedo, o Grêmio acentuou o nervosismo irradiado pelos torcedores. E as vaias se fizeram presentes a cada erro de passe, a cada chute para fora, a cada indecisão.

A reconciliação da torcida com o time veio a partir de dois gols invalidados pelo árbitro Cláudio Mercante, induzido pelas indicações do auxiliar Ubirajara Jota, em cobranças de falta do volante Fábio Rochemback. Em ambas André Lima se antecipou, marcando dois gols.

Apesar do acerto no segundo, o árbitro e o auxiliar erraram no primeiro lance: o centroavante do Grêmio estava em posição legal. Aquelas vaias, outrora dirigidas apenas aos próprios jogadores, passaram a ter os homens de amarelo, apito e bandeirinha nas mãos, como alvos.     Rafael Marques: autor do gol salvador para o Grêmio, já nos acréscimos da partida (Foto: Agência Estado)

Mais erros do árbitro, e empate no último lance

Em um dos primeiros lances do segundo tempo, o volante Batista acertou Fábio Rochemback no rosto, em disputa aérea. Todas as camisas tricolores partiram em sua direção. E o juiz evitou um tumulto ao expulsá-lo, sem remissão. A esta altura, já estavam em campo Escudero pelo Grêmio e Robinho pelo Avaí.

Gallo reconstituiu o meio substituindo o centroavante William por Fabiano Costa. Na sequência, novamente em cobrança de escanteio, Robinho pegou rebote e fez 2 a 0 para o Avaí, aos seis minutos. Resultado que poderia ser ampliado caso o árbitro marcasse pênalti de Mário Fernandes, que caiu com as mãos sobre a bola na área gremista.

Renato Gaúcho chamou Miralles, tirou o vaiado Willian Magrão, e transformou o 4-4-2 em um agressivo 4-3-3. Empillharam-se oportunidades, todas rebatidas pelos zagueiros ou então interceptadas pelo jovem Aleks.

O promissor goleiro avaiano foi vencido apenas em cobrança de pênalti, mal marcado - Escudero simulou a infração na área. Douglas descontou para o Grêmio, aos 28, mas recebeu cartão vermelho por reclamação um minuto depois. Desespero total no Olímpico.

Rochemback ainda acertou o travessão, deixando as pessoas na arquibancada mais estarrecidas. Até que, em falta lateral, Rafael Marques pegou a sobra, lembrando a decisão do primeiro turno do Campeonato Gaúcho, contra o Caxias. E enfiou uma bomba no gol: 2 a 2, placar final.          

veja também