MENU

Grêmio contrata 200 seguranças, mas nega preocupação com R10

Grêmio contrata 200 seguranças, mas nega preocupação com R10

Atualizado: Quarta-feira, 26 Outubro de 2011 as 3:04

Torcedores farão protesto com faixas e músicas

(Foto: Blog Grêmio Libertador/Divulgação) Além dos policiais militares e dos 50 funcionários do setor de segurança do clube, o Grêmio contratou outros 200 seguranças terceirizados para trabalhar no Estádio Olímpico domingo.

Mas o diretor-administrativo Luiz Moreira lembra que a iniciativa é corriqueira em grandes jogos, e nada tem a ver com a presença de Ronaldinho Gaúcho - alvo de protestos dos torcedores - na partida das 16h, entre Grêmio e Flamengo, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Segundo Moreira o número de seguranças está ligado ao número de torcedores: com 40 mil pessoas - público previsto para domingo - são chamados 200 profissionais terceirizados; com 30 mil, 180 seguranças; e com 20 mil, 150.

- Isso se deve ao tamanho do jogo. O Grêmio não vai disponibilizar nem meio segurança ao Ronaldinho. Isso é atribuição do Flamengo e da Brigada Militar. Esses seguranças vão cuidar do estacionamento, dos bares, como em qualquer jogo grande. E temos certeza que nada vai acontecer. Não tem nenhum risco, conheço o trabalho da Brigada Militar, não só o clube como os torcedores do Flamengo estarão seguros - disse Moreira, em entrevista à Rádio Gaúcha , nesta quarta-feira à tarde.

Moreira vai se reunir na quinta, em Porto Alegre, com o chefe de segurança do Flamengo para falar sobre a escolta à delegação rubro-negra na capital gaúcha. E o dirigente tricolor lembra que essa proteção caberá à Brigada Militar - como é chamada a polícia no Rio Grande do Sul - e aos seguranças do clube carioca. Os 250 seguranças disponibilizados pelo Grêmio no total assumirão tarefas corriqueiras dos grandes jogos, nos ambientes de alta circulação de torcida, como o pátio e os bares:

- Isso é uma praxe dos grandes jogos. Com 40 mil pessoas temos 200 seguranças, com 30 mil são 180, e com 20 mil são 150. São seguranças terceirizados, os "Homens de Preto", quem vai ao Olímpico os conhece. Ontem um dirigente do Flamengo me ligou pedindo reunião com o chefe de segurança deles. Certamente ele vai falar sobre esta logística. Temos um bom relacionamento com o Flamengo.

Apesar dos protestos prometidos - os gremistas não perdoam Ronaldinho Gaúcho após sua saída rumo ao PSG em 2001, e seu acerto com o Flamengo no início deste ano - Moreira acredita no bom senso dos gremistas, e também na eficiência do trabalho dos policiais.

- Não haverá problema algum. A Brigada Militar escolta o ônibus do Flamengo até o Olímpico e isola a área, o Ronaldinho vai caminhar cinco metros da porta do ônibus até o vestiário visitante, como acontece com qualquer equipe que enfrenta o Grêmio - definiu.          

veja também