MENU

Grêmio e Ronaldinho Gaúcho aproximam-se de acerto oficial

Grêmio e Ronaldinho Gaúcho aproximam-se de acerto oficial

Atualizado: Quarta-feira, 22 Dezembro de 2010 as 3:31

Falta apenas a liberação do Milan para que o Grêmio anuncie a chegada do meia-atacante Ronaldinho Gaúcho.

O jogador tem contrato com os italianos até o final do primeiro semestre de 2011, mas a saída pode ser antecipada porque em janeiro ele teria condições de assinar um pré-contrato com qualquer interessado. Entre o tricolor, clube que revelou o craque, e Ronaldinho tudo está definido.

O Grêmio apresentou um projeto de viabilização financeira a Assis, empresário e irmão do camisa 80 do Milan. Com a ajuda de parceiros, o clube pretende bancar o alto salário sem comprometer as próprias finanças.

A ideia é reunir os investimentos das empresas associadas ao projeto em uma 'conta especial', dirigindo os recursos apenas ao contrato com Ronaldinho Gaúcho - segundo informações do jornal Zero Hora, parte-se da base salarial de R$ 300 mil, acrescentando outros valores mensais obtidos com os patrocinadores.

Embora os dirigentes gremistas neguem publicamente, o Grêmio já obteve estas garantias financeiras que viabilizam o negócio. Conforme o vice-presidente Ricardo Vontobel, um dos dirigentes que protagonizam as negociações, a contratação não se definiu, mas está 'muito próxima'. Na Rádio Gaúcha, o apresentador e narrador Pedro Ernesto Denardim chegou a dizer que o jogador seria apresentado ainda nesta semana, como um presente de Natal aos gremistas.

- Estamos muito próximos desse acerto, mas ele ainda não aconteceu. A negociação será concluída apenas quando assinarmos o contrato - explicou Vontobel.

Os dirigentes reuniram-se nesta quarta-feira com Paulo Odone para definir os últimos ajustes da contratação. Enquanto isso, Assis viaja à Itália, de onde pretende voltar com o aval do Milan. Só então Ronaldinho Gaúcho será anunciado como reforço tricolor para 2011.

- As duas partes precisam de segurança. O Assis precisa ver que o projeto é viável financeiramente, que o jogador vai receber tudo o que estiver acertado. E o Grêmio precisa assegurar que não comprometerá as outras demandas do clube. Ambos precisam do conforto de que existe a viabilidade. O assunto está bem encaminhado, mas ainda não concluído - disse Vontobel, que ainda esclareceu a participação do Milan na transação:

- Com o Milan a situação não pode ser resolvida pelo Grêmio, mas pelo Assis. Ele (Ronaldinho)  tem contrato com o clube, essa é uma das pendências para o acerto.

Por: Eduardo Cecconi

veja também