MENU

Grêmio estraga estreia de Dorival Júnior e vence o Galo por 2 a 1

Grêmio estraga estreia de Dorival Júnior e vence o Galo por 2 a 1

Atualizado: Segunda-feira, 27 Setembro de 2010 as 11:28

Não foi desta vez que o Atlético-MG não conseguiu um resultado que permita ganhar fôlego na briga contra o rebaixamento. De técnico novo, com a estreia de Dorival Júnior, o Galo conheceu a sua 16ª derrota no Brasileirão ao ser batito pelo Grêmio por 2 a 1, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, na noite deste domingo Os gols de Jonas e Gabriel, logo no início da partida, garantiram a vitória dos gaúchos, que chegaram aos 33 pontos, na décima colocação. Diego Tardelli descontou para o Atlético-MG, que segue na zona de rebaixamento, agora em penúltimo lugar, com apenas 21 pontos, a sete do Flamengo, primeira equipe fora do Z-4.

Placar definido no primeiro tempo

Sem tempo para treinar a equipe (foi anunciado no sábado), Dorival Júnior começou mexendo na equipe logo pelo gol, barrando Fábio Costa. E o jovem Renan Ribeiro mostrou de cara que pode ser o dono da posição. No primeiro minuto de jogo, fez bela defesa em chute de André Lima. A defesa, no entanto, voltou a cochilar. Na sequência do lance, permitiu que Jonas pegasse o rebote para abrir o placar.

E assim como foi contra o Vitória, o Galo levou o segundo gol antes dos 15 minutos iniciais. O lateral Gabriel tabelou com Douglas, penetrou livre na área e chutou cruzado para ampliar. À beira do campo, Dorival não escondeu a reprovação ao desempenho de todo o sistema defensivo. Naquele momento, parecia ter caído a ficha do imenso trabalho que ele terá para tentar manter a equipe na elite do futebol brasileiro. O segundo gol também foi a gota d’água para a torcida do Atlético-MG, que começou a pegar no pé de alguns jogadores, principalmente dos laterais Rafael Cruz e Leandro. Por sua vez, os torcedores do Grêmio mostravem estar em sintonia com o time que, sob o comanda de Renato Gaúcho, vem reagindo na competição. Dos últimos 27 pontos disputados, conquistou 18, saindo do Z-4 para o meio da tabela. E os gremistas, com 20 minutos, já gritavam "olé" na casa do adversário.

O único momento de vibração dos atleticanos até então havia sido às avessas: numa defesa milagrosa de Renan Ribeiro em cabeçada de André Lima. O camisa 1 alvinegro foi o único que se salvou no péssimo início do primeiro tempo. A partir dos 25 minutos, o Galo passou a incomodar o adversário, tanto que Victor salvou o Tricolor em um chute de Réver à queima-roupa.

E o gol dos anfitriões saiu após boa jogada de Daniel Carvalho, que driblou três e chutou forte. Victor espalmou, Diego Tardelli se aproveitou do rebote e cabeceou para o gol. Hora de Dorival Júnior comemorar bastante com o banco de reservas.

Pressão sem gol

Na volta do intervalo, o Galo parecia mostrar à torcisa o cartão de visitas do novo treinador. à torcida. O time voltou com outra atitude para o segundo tempo, foi para cima e fez com que Victor mostrando por que é o atual goleiro titular da Seleção Brasileira. Neto Berola e Daniel Carvalho pararam nas defesas do camisa 1 gremista.

Com a vantagem no placar, o Grêmio passou a jogar somente nos contra-ataques, mas não conseguia sair da marcação alvinegra. E Victor queria roubar de Renan Ribeiro a condição de protagonista da noite. O goleiro salvou o Grêmio mais uma vez, após Neto Berola chutar livre, cara a cara.

Mas quem teve a melhor chance da etapa final foi o time visitante. Porém, a estrela de Renan Ribeiro brilhou ao ver a bola de Maylson bater na trave, enquanto ele estava completamente batido. Com calma e cadenciando o jogo, o Grêmio esperou o apito final para comemorar mais uma vitória no Brasileirão.

veja também