MENU

Grupo 'fácil' não ilude Adilson: 'Em Libertadores não tem moleza'

Grupo 'fácil' não ilude Adilson: 'Em Libertadores não tem moleza'

Atualizado: Terça-feira, 7 Dezembro de 2010 as 9:49

O técnico Adilson Batista, do Santos, não se ilude. Afirma que não tem nada de fácil no Grupo 5 da Taça Libertadores, encabeçado pelo Peixe. Além do Alvinegro Praiano, a chave conta com Colo-Colo-CHI, Deportivo Táchira-VEN e com o vencedor do confronto entre Cerro Porteño-PAR e Deportivo Petare-VEN. Na teoria, não é dos grupos mais complicados. Para o comandante alvinegro, porém, na prática a história é outra.

- Quando saiu o sorteio, ouvi muita gente dizendo que o grupo era fácil. Só que jogar na Venezuela, por exemplo, não tem nada de simples. Cruzeiro foi lá em empatou (1 a 1, em 2008, primeira fase). O Santos, contra o Caracas, teve dificuldades. Sofreu para virar o jogo aqui. É duro - afirmou o treinador, em entrevista à rádio "Cultura", de Santos.

Ao falar sobre as dificuldades do Peixe contra o Caracas, Adilson está se referindo ao confronto de oitavas de final. No jogo de ida, na capital venezuelana, empate em 2 a 2. Na volta, na Vila, o Caracas abriu 2 a 0 e o Santos sofreu para virar.

- Temos de nos preparar adequadamente. O grupo é muito equilibrado. Libertadores não tem moleza. Digo isso porque participei da competição como atleta e como técnico. Independentemente dos adversários, os jogos serão muito complicados.

veja também