MENU

Harmonia celeste e mentalidade vitoriosa do São Paulo

Harmonia celeste e mentalidade vitoriosa do São Paulo

Atualizado: Sexta-feira, 22 Julho de 2011 as 9:46

Capitão da seleção uruguaia, Lugano é uma das vozes mais fortes do grupo. Não só pela postura e por ser titular há muito tempo, mas por estar acostumado a ser campeão. O zagueiro revelou que a mentalidade vitoriosa que adquiriu na época de São Paulo, pelo qual foi campeão brasileiro, da Libertadores e do Mundial Interclubes, tem sido passada aos jovens celestes nas fases decisivas da Copa América.

- No São Paulo, todos os jogos e campeonatos você tem de ganhar. Isso traz uma mentalidade ganhadora. E se acostuma a decidir as competições. Essa experiência eu procuro passa para os mais jovens - afirmou.

Segundo Lugano, não é preciso fazer nada diferente do que foi planejado até aqui para bater o Paraguai na final, no próximo domingo, em Buenos Aires. E o ambiente é outro trunfo do Uruguai.

- Se algo nos trouxe até aqui, tem que manter, não muda nada. O futebol, internamente, a estrutura. Vamos tentar manter tudo. Não há no futebol um ambiente melhor do que nesse grupo. E isso é desde que o processo começou, não é de agora. O Uruguai, em momento difícil nas últimas Eliminatórias, era criticado quando não ia bem e tinha a harmonia crescendo. Não sei se ganha ou não os títulos, mas ajuda - acredita. 

Lugano durante a entrevista em Buenos Aires  (Foto: Marcos Felipe / Globoesporte.com)  

Na semifinal, o Peru foi batido com muito suor. O capitão marcou de perto o meia Vargas, da Fiorentina-ITA, em cima, sem espaços. Curiosamente, no fim, quem levou um revide foi o companheiro de zaga Coates, em outra disputa. Lugano diz, porém, que não sabe se merece a braçadeira - os atacantes Forlán e Loco Abreu, reserva, também passaram dos 30 anos.

- Não sei o que tem que ter, meus companheiros é que podem falar. Só tento ajudar o grupo a ter resultados. Temos de saber que depende só de nós (o título) - finalizou.            

veja também