MENU

Hemisfério sul derrota o norte em desafio sobre a linha do Equador

Hemisfério sul derrota o norte em desafio sobre a linha do Equador

Atualizado: Sexta-feira, 24 Setembro de 2010 as 7:48

A primavera foi recebida com um grande jogo de vôlei em Macapá. Literalmente grande. Cerca de quatro mil espectadores encararam uma temperatura de até 36 graus para ver 90 minutos de partida, sem intervalo, no desafio de vôlei de praia entre os hemisférios sul e norte. No fim, itória para a equipe formada pelos brasileiros Alison Cerutti, Rhonney Ferramenta, Maria Clara e Carolina Solberg por 102 a 93 contra os alemães Julis Brink e Jonas Reckermann, e as austríacas Doris e Stefanie Schwaiger.

A data escolhida e a localização do desafio têm uma explicação. Nesta quinta aconteceu o equinócio da primavera, quando o sol divide exatamente em 12 horas o dia e a noite e passa exatamente sobre a linha do Equador. O Marco Zero, onde o jogo foi disputado, fica justamente em cima da linha imaginária. Este jogo foi inesquecível. É uma satisfação imensa poder estar aqui para participar deste formato inédito no vôlei de praia e ainda por cima vencer o hemisfério norte e a dupla que me derrotou no mundial do ano passado - declarou Alison Cerutti, vice-campeão mundial em 2009. A partida começou com a disputa feminina, às 9h30. Depois de 25 minutos, vantagem brasileira por 29 a 27. No duelo masculino, mais 25 minutos de vôlei, e 30 a 25 para o hemisfério sul (59 a 42 no total). Para finalizar o enduro de vôlei de praia, 40 minutos de jogo entre as equipes e mais uma vitória parcial do Brasil, com 43 a 41 e 102 a 93 no total.

veja também