MENU

Henrique admite que saída para o Barcelona foi precipitada

Henrique admite que saída para o Barcelona foi precipitada

Atualizado: Terça-feira, 19 Julho de 2011 as 9:38

Henrique será o dono da camisa 3: experiência no

Barça não foi das melhores (Foto: Agência Estado)

  Em pouco mais de seis meses, entre o fim de 2007 e a metade de 2008, o zagueiro Henrique deixou o Coritiba campeão da Série B, passou pelo Palmeiras e foi apresentado no poderoso Barcelona. A ascensão meteórica do jogador impressionou, mas ele não teve chance de mostrar seu trabalho no clube espanhol. Emprestado por um ano ao Bayer Leverkusen-ALE e por outros dois ao Racing Santander-ESP, Henrique admite que talvez não tenha ido para a Europa no momento certo. Por isso, retornou ao Palmeiras em busca da redenção.

- É, não foi o momento certo sair para o Barcelona naquela época. Mesmo assim, não me arrependo de nada – ressaltou Henrique.

O zagueiro assegura que não teve problemas de adaptação na Espanha. No entanto, questões internas do clube catalão teriam impedido o crescimento de Henrique, que não atuou em uma partida oficial sequer pelo Barça – só jogou amistosos. Quando chegou, no meio de 2008, o atual técnico Josep Guardiola assumia o comando da equipe, hoje campeã européia e considerada exemplo de futebol bem jogado.     - Tiveram lá um problema interno, e eu estava incluído nisso. Era um momento de trocas, então foi difícil chegar nessa hora. Quando cheguei, o Guardiola também assumiu, ele tinha o pensamento dele e vamos respeitar. Ele chegou a improvisar o Mascherano (volante argentino) na zaga, mas tudo bem. Nem sei exatamente dos problemas que aconteceram, o importante é que não estou triste por causa disso – explicou o zagueiro.

Aos 24 anos, Henrique ainda tem longa trajetória no futebol. Por isso, o recomeço no Palmeiras é encarado com empolgação. O acolhimento da torcida que o adora, somado à confiança dada pelo técnico Luiz Felipe Scolari, podem fazer a diferença para o zagueiro.

- O Felipão me ligou, então isso me deixa muito feliz, saber que ele conta comigo. Conversei com o Barcelona que a volta seria muito boa para mim. Aqui, com o apoio da torcida, vou trabalhar muito para ajudar o Palmeiras nos seus objetivos – prometeu o xerife alviverde.          

veja também