MENU

Henry e Anelka não renunciaram a gratificações da Copa do Mundo

Henry e Anelka não renunciaram a gratificações da Copa do Mundo

Atualizado: Terça-feira, 21 Dezembro de 2010 as 2:39

Após o vexame da França na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, que teve direito a eliminação na primeira fase e brigas abertas, apenas dois atletas não renunciaram aos prêmios pela participação no torneio. Anelka, do Chelsea, e Thierry Henry, do New York Red Bulls, não abriram mão do dinheiro.

No último dia 16 de novembro, o presidente da Federação Francesa de Futebol, Fernand Duchaussoy, anunciou que os 23 jogadores da seleção aceitaram a ideia de renunciar aos direitos de imagem vinculados à participação na Copa do Mundo. Dez dias atrás, voltou a comentar sobre o assunto e revelou que muitos atletas foram à frente com a decisão.

Os casos de Anelka e Henry são particulares. O primeiro foi expulso por insultar o técnico Raymond Domenech e cumpre suspensão da seleção, por 18 jogos. Henry foi reserva e não escondeu a insatisfação.     fonte: Globoesporte.com

veja também