MENU

Hulk e Hélton podem ser condenados à prisão, afirma jornal português

Hulk e Hélton podem ser condenados à prisão, afirma jornal português

Atualizado: Terça-feira, 11 Outubro de 2011 as 2:56

Imagens da briga nos vestiários do estádio do

Benfica em 2009 (Foto: Reprodução)

De acordo com o jornal “Correio da Manhã”, o Ministério Público de Portugal acusou os jogadores Hulk, Sapunaru, Hélton, Cristian Rodriguez e Fucile, todos do Porto, de crime contra integridade física de dois seguranças. O incidente aconteceu em dezembro de 2009, após um clássico contra o Benfica, na saída dos vestiários do Estádio da Luz, em Lisboa .

Segundo a publicação, Hulk, que está com a Seleção Brasileira em Torreón para o amistoso contra o México, pode pegar três anos de prisão caos seja condenado Mesmo período para Hélton, Cristian Rodriguez e Fucile. Reincidente, Sapunaru pode pegar cinco anos.

- Não vi (a notícia). Mas já comentaram. Só que não estou nada preocupado com isso. Os advogados do Porto estão vendo isso. Estou tranquilo porque não fiz nada – afirmou Hélton, por telefone, ao GLOBOESPORTE.COM, lembrando que não houve nenhum pronunciamento oficial do MP sobre o assunto.

Na matéria do diário lusitano, que afirma ter conseguido acesso à denúncia, o MP diz entender estar provado que os jogadores agrediram os seguranças "de forma deliberada, livre e conscientemente, querendo e conseguindo com a sua atuação, molestar fisicamente os ofendidos".

Na época, por conta do problema, Hulk e Sapunaru foram suspensos preventivamente. O brasileiro por quatro meses, enquanto o romeno por seis . No entanto, em 24 de março do ano passado, o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol reduziu as penas de Hulk e Sapunaru para três e quatro jogos de suspensão, respectivamente.

O Porto ainda não se pronunciou sobre o caso.          

veja também