Imprensa chilena celebra "Maracanazo" e debocha do Império do Amor

Imprensa chilena celebra "Maracanazo" e debocha do Império do Amor

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:25

A imprensa chilena dormiu e acordou nas nuvens após a vitória do Universidad do Chile por 3 a 2 sobre o Flamengo, na noite desta quarta-feira, no Maracanã, pelo jogo de ida das quarta de final da Libertadores. A comparação com o "Maracanazo" da final da Copa de 50, quando o Uruguai venceu o Brasil por 2 a 1 no mesmo estádio, foi inevitável. Até mesmo porque, além do técnico Geraldo Pelusso, o Universidad conta com outros quatro uruguaios no elenco: Mauricio Victorino na defesa, Alvaro Fernandez no meio e Juan Manuel Olivera no ataque. Sem contar com Esteban Conde, goleiro reserva.

Os jornais, apesar de frisarem que a batalha ainda não está terminada, não economizaram na comemoração pelo triunfo chileno no Rio de Janeiro. O diário "La Tercera" estampou que "Uma U dos sonhos armou seu próprio Maracanazo". O mesmo periódico se referiu a Geraldo Pelusso como genial.

O jornal "Las Últimas Noticias" foi mais sucinto e abriu o dia com a manchete "Universidad rugiu no Rio", enquanto o "La Nación" estampou "Universidad já pode sentir as semifinais da Libertadores".

O destaque, porém, ficou com o "La Cuarta", que ressaltou o pouco poder de fogo do badalado Império do Amor. "Com um a menos, no mítico Maracanã, ante o poderoso Flamengo e com Vagner Love e Adriano batendo na cabeça da pura impotência".

Mais adiante na edição, o jornal seguiu a provocação: "Sim, o Império do Amor se engasgou com a pastilha azul do dia seguinte e o Bulla (um dos apelidos do time chileno) ficou mais perto da semifinal.

Com a derrota no primeiro jogo, o Flamengo precisa vencer por dois gols de diferença para avançar às semifinais, ou pela diferença mínima, mas somente caso o triunfo seja de 4 a 3 em diante. Se o resultado da partida de ida se repetir, a vaga será decidida nos pênaltis.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições