MENU

Imprensa espanhola segue de perto os passos de Neymar no Brasil

Imprensa espanhola segue de perto os passos de Neymar no Brasil

Atualizado: Terça-feira, 20 Setembro de 2011 as 10:20

Marco Ruiz foi um dos jornalistas espanhóis na coletiva

(Foto: Wagner Eufrosino/GLOBOESPORTE.COM)

  Uma possível transferência de Neymar para a Espanha mobilizou a mídia esportiva internacional. O assédio de Barcelona e Real Madrid sobre o craque fez com que os dois maiores jornais esportivos da Espanha, Marca e As, ambos de Madri, destacassem repórteres e fotógrafos para acompanhar o santista no Brasil.

Ao receberem a informação que o médico do Real Madrid, Carlos Diéz, estava em São Paulo para realizar exames no jogador, os dois periódicos designaram seus profissionais ao Brasil para ficarem no encalço do atleta.

- Cheguei ao Brasil nesta segunda-feira e vou para Uberlândia acompanhar o jogo do Santos. Ficamos sabendo que o médico do Real estava aqui e decidimos vir para cá. O clube não vai mandar um médico para o Brasil para passar férias - disse Hugo Cerezo, repórter do Marca, que acompanha o dia a dia do Real Madrid e ficou sabendo no domingo que teria que vir ao Brasil. Após a partida contra o América-MG, em Uberlânida, Cerezo retorna ao seu país.

Já o jornalista Marco Ruiz, do diário esportivo As, já esteve diversas vezes em Santos e está acostumado a acompanhar esse tipo de cobertura. Na época em que Robinho se transferiu para o Real Madrid, Ruiz também era o responsável pelas notícias ligadas ao clube espanhol e veio ao país.

- Quando o Robinho foi vendido, em 2005, estive aqui para acompanhar a negociação entre clube e jogador. Dessa vez, tudo aconteceu muito rápido. Fiquei sabendo na sexta-feira e nesta segunda pela manhã cheguei (a São Paulo) e já vim para cá. Como o Neymar não confirmou a negociação, pode ser que volte para a Espanha nos próximos dias. Às vezes, aproveitamos essa oportunidade para fazer entrevistas com ex-jogadores do Santos - contou Ruiz, que acompanha o Real Madrid desde 2001.

Além dos espanhóis, cerca de 80 jornalistas brasileiros acompanharam a coletiva de Neymar. O jogador até se assustou ao ver o batalhão de profissionais na sala de imprensa.

- Nossa, tudo isso! Não esperava tanta gente - comentou Neymar.        

veja também